Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Seis jovens são hospitalizados na Índia por "selficídio".


Seis jovens são hospitalizados na Índia por "selficídio".
Usuários de celulares sofrem de distúrbio obsessivo compulsivo.

Ao menos seis jovens indianos estão internados em dois hospitais em Nova Déli, na Índia, diagnosticados com graves distúrbios psiquiátricos devido ao uso compulsivo do telefone celular, fenômeno também conhecido como "selficídio".


De acordo com o jornal Mail Today, uma jovem de 18 anos se apresentou no Instituto Médico da Índia (AIIMS) com uma deformação no nariz e foi encaminhada para o centro psiquiátrico, assim como mais dois pacientes. 
Outros três jovens foram transferidos para o Hospital Si Ganga Ram com o mesmo sintoma.
Segundo o psiquiatra do AIIMS, Nand Kumar, os pacientes dependentes "sentem a necessidade de fazer uma pose na frente smartphone", por isso "haviam desenvolvido uma doença conhecida como transtorno dismórfico corporal, que trata-se de uma preocupação exagerada por algum defeito real ou imaginário encontrado no próprio corpo, e causa um distúrbio obsessivo compulsivo".
Ainda de acordo com a publicação, os especialistas acreditam que os sintomas desta doença são tão "silenciosos" que muitas pessoas que usam constantemente os celulares para tirar selfies não percebem que é este distúrbio que os deixam deprimidos e desorientados.
Segundo a Associação de Psicologia norte-americana, cerca de 60% das mulheres que sofrem desta doença não sabem ou não percebem.

post: Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.