Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Depois de período de maus tratos, cachorra Penni ganha vida perfeita



Depois de período de maus tratos, cachorra Penni ganha vida perfeita
por: Redação Hypeness


Penni era uma cachorra tímida, medrosa e traumatizada
Tendo crescido o primeiro ano e meio de sua vida presa e mal tratada em um porão, numa casa em que os moradores sofriam de problemas em decorrência do abuso de drogas, quando foi resgatada Penni morria de medo de tudo, e a esperança de que fosse adotada não era especialmente promissora.
Mas nada melhor do que enfrentar de cara seus medos em nome de um amor à primeira vista, e foi o que aconteceu com ela quando conheceu Blaine DeLuca.
Blaine procurava um animal companheiro para suas aventuras, e assim que avistou Penni, foi avisado de que ela era uma cadela difícil e pouco social. 
Quando se aproximou, porém, ela lambeu seu rosto, abanou o rabo e sentou no seu colo
Blaine imediatamente compreendeu que aquela era sua cachorra.





No início ela nem saia pra passear ou mesmo fazia maiores contatos visuais ou afetivos. 
Aos poucos, com muito esforço de ambos, ela foi confiando mais no mundo, e se permitindo arriscar.




Hoje, passados alguns anos, o progresso é tamanho que Penni se tornou realmente a parceira de aventuras radicais de Blaine – capaz de fazer coisas que muitos humanos têm medo, como trilhas e até escaladas.





post: Marcelo Ferla

fonte: http://www.hypeness.com.br
Continue Lendo... ►

A qualidade do ar que respiramos é a pior em 800 mil anos


A qualidade do ar que respiramos é a pior em 800 mil anos. 

E milhares podem morrer
por: Redação Hypeness




A concentração de dióxido de carbono na atmosfera terrestre superou a assustadora marca de 410 partes por milhão, a pior marca em mais de 800 mil anos. 
É como uma nova atmosfera em um planeta cada vez mais quente e poluído, em que a qualidade do ar que respiramos é tão ruim que a última vez que vivenciamos números parecidos a humanidade sequer existia.
E os efeitos de tais números já podem ser sentidos, em uma perspectiva catastrófica em que este passado pré-histórico pode se tornar espelho de um futuro apocalíptico. 
Pois, ainda que esta alta presença de dióxido de carbono no ar não atrapalhe nossa habilidade de respirar, tal fenômeno poderá ser percebido no aumento da poluição e doenças relativas, no aumento de insetos transmissores de doenças, além, é claro, da reincidência de fenômenos meteorológicos extremos – incluindo ondas de calor fatais.




No ritmo em que andamos, o índice de dióxido pode chegar a 550 ppm até o final do século, o que significará um aumento de 6 graus na temperatura média do planeta – e, com isso, o tal cenário apocalíptico, que já se aponta atualmente, com a elevação do nível do mar, degelo, furacões, terremotos e tanto mais, se tornará cada vez mais constante.




Para impedir tal processo, somente diminuir o uso principalmente de combustível fóssil já não é mais suficiente – seria preciso cortar a zero o uso de tal poluente, e ainda assim encontrar métodos para reduzir o impacto já provocado. 
E o motivo para buscar tal transformação não poderia ser mais claro, direto e importante: para que o futuro possa ao menos existir.


Os dados atuais sobre os níveis de dióxido de carbono na atmosfera foram recolhidos pelo observatório de Mauna Loa, no Havaí. 


post: Marcelo Ferla

Continue Lendo... ►

El llamativo y preocupante caso del Coatepeque.


El llamativo y preocupante caso del Coatepeque, el lago de El Salvador que cambia de color
Analía Llorente
BBC Mundo @ForoCAP


El lago de Coatepeque cambia de color, aunque todavía no se conoce la razón.
Suele ser de color verde pero de vez en cuando -y por un breve tiempo- se transforma en un turquesa que parece del mar Caribe.
El Lago de Coatepeque, en el oeste de El Salvador, de origen volcánico y con casi 25 km cuadrados, es uno de los sitios elegidos por los locales y por el turismo extranjero para disfrutar practicar diversos deportes náuticos.
Pero en los últimos años, que sus aguas verdes se transformen en turquesa, es un fenómeno que llama la atención de quienes viven en sus alrededores y de sus visitantes.
Lo que parece ser un fenómeno hermoso y llamativo, preocupa a las autoridades y fundaciones que investigan qué es lo que sucede en el lago y si esa transformación puede ser perjudicial para la salud humana y la vida acuática.

¿Qué tiñe al lago de turquesa?

Color regular 
Turquesa 


"En algunos años hemos encontrado que esa coloración está provocada por el crecimiento de las cianobacterias", le dice a BBC Mundo la ministra de Medio Ambiente y Recursos Naturales de El Salvador, Lina Pohl.
La funcionaria se refiere a la cianobacteria Microcystis aeruginosa, un alga con pigmentación verde-azul y que forma colonias de diferentes tamaños pudiendo poblar toda la superficie de cuerpos de agua estancada.
"Es de considerar que las cianobacterias encontradas producen microcistinas, toxinas dañinas para la salud", destaca el informe de la Dirección de Ecosistemas y Vida Silvestre de El Salvador sobre el agua del lago analizada en agosto de 2017.


Sin embargo, las autoridades aseguran que no se han registrado casos de intoxicación.
"No hubo ningún impacto en la salud de las personas, ni siquiera cuando se comen los peces del lugar", añade Pohl.
Cuando se produce esta coloración, el gobierno de El Salvador lanza un protocolo que incluye proveer de agua a toda la zona, prohibir la pesca y toda actividad acuática mientras realiza estudios sobre el agua.
Hasta el momento, el Lago de Coatepeque cambió de color en 1982, 1997, 2006, 2012, 2015, 2016, 2017. 
Y este fenómeno sucede entre los meses de agosto y octubre, coincidiendo con la época de más lluvias en El Salvador.

¿Fenómeno volcánico?
El Lago de Coatepeque es un punto turístico importante en El Salvador. En esta foto presenta su color habitual.
Para la Fundación Coatepeque, que se encarga de la protección y conservación del medio ambiente de la cuenca del lago y el bienestar de las comunidades, las algas no son las responsables del cambio de color.
"En el lago existen cianobacterias, pero tienen un comportamiento permanente dentro del agua", asegura Alejandro Villacorta, Director ejecutivo de la Fundación Coatepeque.
"Si bien hay un incremento (de las cianobacterias) durante los fenómenos del cambio de color del lago, estas no son precisamente el motivo. 
Es justamente al revés: el cambio de color pareciera que alimenta la proliferación de las cianobacterias", explica a BBC Mundo.
La organización llevó adelante estudios con la Universidad de El Salvador y la Universidad de Suny Buffalo, Estados Unidos.
Los resultados preliminares señalan que "cada vez que hay un cambio de color, hay un vestigio de material color blanco, como polvo dentro de las algas, en las piedras. 
Son restos de diferentes minerales como azufre. Esto nos da la visión de que es un fenómeno volcánico", dice Villacorta.
Y agrega: "Existen unos cráteres jóvenes en el lago y los expertos sostienen que lo más seguro es que ellos sean la fuente de ese material que provoca el cambio de color".
Sin embargo, desde el Ministerio de Medio Ambiente niegan que exista una relación sísmica con la modificación de la tonalidad del lago.

El fenómeno de cambio de color se repitió durante los últimos tres años.

"No tenemos evidencia que muestre que el cambio de color tenga que ver con la actividad volcánica", dice la ministra Pohl.

Contaminación
Las fuentes consultadas coinciden en que más allá del fenómeno del cambio de coloración, el agua del Lago de Coatepeque está contaminada.
"El lago de Coatepeque tiene una contaminación medianamente alta, su agua es recomendada para el uso de entretenimiento, de diversión pero no es un agua para tomar, ni tampoco para utilizar en el manejo de alimentos", asegura Villacorta.
"Esto es preocupante para esas 8.000 personas que viven en sus alrededores. 
Todo el agua que cae en las laderas va a parar al lago, entonces esa agua lleva fertilizantes de las plantaciones de café, basura, plásticos y el agua residual de las comunidades", explica.
Según la ministra, "el lago está contaminado, aunque no extraordinariamente según las mediciones, no tiene impacto en la población".
Sin embargo, aclara que "por métodos de clorado o hervido ningún agua de El Salvador se puede potabilizar".

¿Una pista?
Los investigadores siguen en la búsqueda de la causa del cambio de color del Lago de Coatepeque.
La clave del cambio de color podría estar en el fondo del Lago de Coatepeque, según algunos estudios.
Las conclusiones del informe de la Dirección de Ecosistemas y Vida Silvestre de El Salvador de agosto de 2017 sugiere que la coloración del lago no la producen principalmente las cianobacterias, sino algún material que está entrando del subsuelo del lago y que hasta el momento se desconoce.
"Según la Universidad de Florencia, Italia, (que también investigó el fenómeno del lago) hay una emersión de los estratos de las aguas profundas", dice la ministra Pohl.
"Esto está provocado no solo por la contaminación sino por cambios en las condiciones climáticas, deslizamientos de tierra, pequeños temblores que siempre ocurren en esta zona. Pero hay que seguir investigando", asegura.
Para el director ejecutivo de la Fundación Coatepeque, "el equilibrio del agua se modificó tanto por la contaminación, como por la entrada de agua caliente o material volcánico".
"Lo extraño es por qué sucedió más frecuentemente en los últimos años y por qué en los mismos meses", analiza Villacorta.
Como sostienen las fuentes, habrá que seguir investigando las causas del cambio del color. 
El cambio de color aumentó su frecuencia en los últimos años y siempre ocurre entre los meses de agosto y octubre.
post: Marcelo Ferla
Continue Lendo... ►

Respeitemos o 17 de maio.



Hoje pela manhã, ao postar sobre o 17 de maio, recebi, direto e reto, um questionamento: onde estão as lésbicas??? 
A minha primeira reação de resposta foi: "estão por aí, morrendo, invisíveis..."
E é isto: em 08 de janeiro de 2018, tínhamos, já, 08 lésbicas assassinadas no Brasil por razão Lesbofóbica.
Se o Brasil é o país que mais mata e agride LGBTs no mundo, podem ter certeza de que, também, é o que mais esconde as mulheres Lésbicas e Bissexuais e as violências que sofrem.
É um péssimo mundo para se nascer mulher. 
Machismo, violência, menores salários, jornada dupla. 
Quando se atrela o fato de, além de mulher, ser mulher negra, a coisa só piora. Agora imaginem somar a isto o fato de ter orientação sexual diversa!!!
O machismo nosso de cada dia se junta ao fundamentalismo e à LGBTfobia e o resultado disto é o grande avanço do ideal do estupro corretivo, do espancamento, do assassinato, da violência doméstica contra mulheres lésbicas e bissexuais que se escondem, se omitem, se aprisionam, muitas vezes ao lado dos agressores.
Bianca Hilgert

Caso Anne Mickaelly
Garota é assassinada ao tentar pedir a namorada em casamento
Anne Mickaelly era natural de Presidente Dutra, no Maranhão. Ela estava em Brasília a passeio e, segundo o delegado, não tem parentes na capital. Amigos foram ouvidos e confirmaram o relacionamento entre a vítima e a filha do acusado.


Anne Mikaelly,  nunca se conheceram, mas as histórias delas se cruzam pela violência. 
Entre 18 e 54 anos, todas se tornaram vítimas de criminosos. 
Foram mortas ou ficaram feridas pelas mãos de homens ciumentos, intolerantes ou bandidos na rua. 
Os crimes aconteceram em um intervalo de 72 horas e entraram para a lista dos primeiros ataques contra mulheres em 2018.

Caso Meiryhellen Bandeira e Emilly Martins Pereira


A Primeira Vara Criminal de Linhares decretou na última segunda-feira (6) a prisão preventiva do homem acusado de assassinar as jovens Meiryhellen Bandeira, 28 anos, e Emilly Martins Pereira, 21, em setembro, no bairro Novo Horizonte. 
O mandado de prisão contra Roberto Luis Pavani foi expedido nesta terça (7), mas ele já estava preso desde o dia 11 de outubro. 
Atualmente ele está na Penitenciária de Segurança Média I, em Viana.
Em sua decisão, o juiz André Bijos Dadalto disse que trata-se de um crime gravíssimo e de extrema violência. 
A motivação seria homofobia. 
Na decisão, o juiz cita que os elementos coletados "dão conta de que a motivação do crime foi em decorrência de preconceito em virtude do relacionamento homoafetivo entre as vítimas, que não puderam esboçar qualquer reação diante da investida do acusado, que se encontrava em superioridade de forças, visto que portava uma arma de fogo".
O crime ocorreu na noite de 21 de setembro. 
De acordo com a Polícia Militar, as duas vítimas foram alvejadas nas costas, cada uma com um disparo, quando estavam em uma motocicleta. 
Emilly Martins Pereira, 21 anos, foi encontrada em estado grave na esquina da Rua Presidente Jânio Quadros e, cerca de 100 metros, estava Meiryhellen Bandeira, 28 anos, já sem vida, ao lado de uma moto de cor preta.
Os policiais informaram que moradores disseram ter ouvido quatro disparos de arma de fogo. 
Ao tentarem fugir dos tiros, a moto bateu de frente com uma caminhonete. 
Meiryhellen foi periciada e conduzida para o Serviço Médico Legal de Linhares. 
Emilly chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Rio Doce, em estado grave, e disse aos militares que o autor dos disparos teria sido um senhor de 50 a 60 anos. 
Na época, a assessoria do Hospital Rio Doce informou que Emilly deu entrada à 0h05 no local com bastante sangramento.
Ela foi para o centro cirúrgico à 0h50, mas não resistiu aos ferimentos, que causaram uma grande lesão no fígado, e morreu na madrugada de sexta-feira (22), às 2h.

Do Blogueiro:
Apesar de serem casos do início de 2019, eles representam todos os demais que a cada dia aumentam contra a comunidade LGBT.
Precisamos de políticas sociais efetivas que combatam este tipo de barbárie, de genocídio, eis que nosso país é o que mais mata por conta disto.
Em pleno século XXI, e com o avança de uma sociedade formada por pessoas que só procuram a melhor forma de serem mais felizes em suas vidas, isso não ode continuar.
Sou hétero, mais repeito demais minha colega de profissão que me enviou a primeira parte deste texto postado em seu facebook no dia 17 último, além de ser defensor da causa, o que não me importuna e nada.

post: Marcelo Ferla 
texto inicial:Bianca Hilgert
fontes: 

Continue Lendo... ►

Frases.



“O casamento é uma figura jurídica que está diretamente ligada ao patrimônio, sempre esteve. 
Tanto está ligado ao patrimônio que o próprio movimento gay, quando foi buscar o direito ao casamento, a união estável, foi em parte, buscar o direito jurídico de um parceiro, de alguém com quem viveu durante muito tempo.
Esse alguém morre, ou esse alguém se separa, e você ficaria simplesmente na mão, porque é a união entre dois homens ou entre duas mulheres.
Então o próprio casamento gay, em parte, é a prova de que o casamento, está diretamente ligado ao patrimônio”.
Luiz Felipe Pondé

Continue Lendo... ►

Manter um casamento de aparências



Trago até vocês hoje um vídeo do Pondé sobre o motivo das pessoas manterem um casamento de aparências, assunto que acho muito relevante, na medida que é algo muito recorrente e ativo ainda nos dias de hoje.
Para o filósofo, pode-se colocar no rol de formação deste estado entre duas pessoas, coisas como a não existência mais de amor, de sexo, ou de sexo sem amor e sequer atração física, dentre outras coisas.
Vale a pena conferir. 


post: Marcelo Ferla
fonte: 
Continue Lendo... ►

Você deveria fazer uma road trip pelo Tibet até o Everest


Fotos que comprovam que você deveria fazer uma road trip pelo Tibet até o Everest
por: Redação Hypeness

Se a jornada até o ponto mais alto do planeta é para poucos, viajar até a base do Monte Everest não só é uma viagem possível, como também oferece uma das mais belas paisagens do planeta – perfeita para uma inesquecível road trip.
São 456 km entre montanhas incríveis em estradas praticamente imaculadas por uma terra santa para o budismo, rumo a uma altitude de mais de 5 mil metros.


Partindo de Lhasa por cinco horas até Shigatse, e por mais 240 km até até New Tingri, por estradas cheias de curvas, campos e o impressionante horizonte de montanhas cobertas de neve e monastérios eventuais. 
Se as curvas podem ser nauseantes, a altitude pode lhe tirar o ar – da mesma forma que as incríveis paisagens naturais. 
Parar para descansar e dormir durante a viagem nas cidades ao caminho ajuda, no entanto, a se aclimatar.


Após alguns dias de viagem, a maior recompensa (literalmente) do planeta: ver o Monte Everest de perto, sagrado, impotente, perigoso. inesquecível e incrível. 









post: Marcelo Ferla

Continue Lendo... ►

O ônibus “do bem” que leva voluntários para fazer boas ações surpresa


O ônibus “do bem” que leva voluntários para fazer boas ações surpresa
por: Redação Hypeness

Entre todas as propostas de voluntariado que já passaram aqui pelo Hypeness, não restam dúvidas de que o Do Good Bus é uma das mais criativas. 
Com o objetivo de mobilizar pessoas que querem ajudar mas não sabem por onde começar, o ônibus reúne grupos e só revela para onde estão indo e qual é o voluntariado do dia assim que o motorista dá a partida.

Rebecca Pontius, co-fundadora do projeto, já participou de diversas outras iniciativas de voluntariado e teve a ideia do ônibus quando foi fazer uma festa de aniversário. 
Além de toda a diversão e dos bons drinks, ela quis aproveitar o momento e os amigos reunidos para juntos fazerem uma boa ação
O projeto dá a adultos a oportunidade de conhecer gente nova, se divertir e aprender um pouco mais sobre como é possível ajudar as pessoas e o meio ambiente.
Mas por que o roteiro só é revelado na hora da partida? 
Segundo Rebecca, além de tornar a brincadeira mais divertida, o mistério evita preconceitos e receios sobre as atividades que serão realizadas. 
Durante o trajeto, os voluntários recebem o briefing da missão, treinamento para as tarefas e participam de algumas atividades para estimular a formação de grupos e a interação. 
Para participar dos passeios, é cobrada uma pequena taxa, usada para cobrir gastos com o ônibus e com a refeição que é oferecida.
Em 2011, o Do Good Bus criou uma parceria inédita com a banda Foster the People
O ônibus da boa ação acompanhou os músicos durante um tour por 22 cidades norte-americanas, onde reuniram voluntários e contribuíram para a comunidade local.

Do Good Bus: boa ação sobre rodas


Do Good Bus & Foster the People Tour










Todas as fotos © Do Good Bus

post: Marcelo Ferla

Continue Lendo... ►

Este senhor de 77 anos cria desenhos inacreditáveis usando apenas o Excel


Este senhor de 77 anos cria desenhos inacreditáveis usando apenas o Excel
por: Redação Hypeness

Não são necessários anos de estudo e materiais caros para se tornar um artista – e o japonês Tatsuo Horiuchi sabia disso quando decidiu começar a pintar. 
O aposentado optou por usar aquilo que estava a seu alcance para criar verdadeiras obras de arte.


Tatsuo não queria gastar sua aposentadoria investindo em tintas e pincéis. 
Ao invés disso, ele decidiu utilizar seu computador para criar desenhos incríveis usando apenas o Excel. 
Ao perceber que seus antigos colegas de trabalho criavam gráficos no programa, o artista entendeu que também poderia usar o software para criar desenhos mais complexos.




Conforme contou em um vídeo para o Great Big Story, o aposentado queria que, em 10 anos, as suas pinturas atingissem uma qualidade da qual se orgulhasse para mostrar aos outros. 
Atualmente, ele já expôs sua arte em diversas mostras pelo país, de acordo com o Design Taxi.


Segundo o Oddity Central, a primeira ideia do aposentado foi pintar usando o Microsoft Word, mas ele não conseguia fazer com que suas criações fossem impressas corretamente. 
Dessa forma, ele migrou para o Excel, que oferece um recurso mais simples na hora de imprimir.


A maioria de suas obras retrata paisagens típicas japonesas. 
A atividade, que começou em 2000, já lhe rendeu muitos elogios e todos que veem suas pinturas hoje ficam impressionados com a técnica criada por Tatsuo, hoje com 77 anos.

post: Marcelo Ferla

Continue Lendo... ►