Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Restaurante nova-iorquino emprega vovós.



Restaurante nova-iorquino emprega vovós ao invés de chefs profissionais e faz o maior sucesso.

Quando o assunto é sabor nada bate a comidinha da vovó. 
Justamente por isso que o Enoteca Maria, um restaurante em Staten Island, Nova York, decidiu juntar várias vovós de diversas partes do mundo ao invés de chefs convencionais.
Joe Scaravella, proprietário do local, afirmou que teve a ideia de colocar avós na cozinha do restaurante há cerca de 12 anos, depois de sofrer uma série de perdas trágicas. 
Sua avó, sua mãe e sua irmã haviam falecido com pouco intervalo de tempo entre elas e a ideia de ter uma avó italiana na cozinha o fazia se sentir confortável.


Então, após publicar um anúncio no jornal procurando ‘donas de casa italianas para cozinhar pratos regionais‘ ele conseguiu suas primeiras cozinheiras. 
“Eu ainda estava construindo o restaurante e por isso pedi para que elas viessem cozinhar em minha casa. 
E elas trouxeram pratos e também seus maridos e alguns netos de quem estavam tomando conta. 
A coisa toda foi como um filme de Fellini“, contou Scaravella ao site Oddity Central.


Mas isso foi só o começo. 
Atualmente o restaurante de Nova York tem uma equipe rotativa de avós de cerca de 30 lugares diferentes ao redor do mundo, incluindo a Palestina, a República Checa, Argentina, Nigéria e Argélia. 
Elas são conhecidas como “nonas” – palavra italiana que significa ‘avós’ – e se revezam em receitas culinárias tradicionais da sua respectiva cultura, oferecendo aos clientes a oportunidade de experimentar pratos novos praticamente todas as noites.


Segundo Scaravella os próprios clientes ajudam a encontrar novas cozinheiras para o estabelecimento. 
“Eu falo com todo mundo, conto sobre o conceito do restaurante e pergunto se sabem de alguém que queira cozinhar.”


Sua ideia original de ter avós italianas de cozinha em vez de chefs reais evoluiu para uma celebração gastronómica da diversidade e as pessoas adoram. 
Os clientes vêm de todas as partes do mundo para ver as famosas nonas da Enoteca Maria e experimentar as receitas.
“Recebo regularmente telefonemas da Austrália, da Inglaterra e da Itália para fazer reservas. Sempre fico lisonjeado com isso“, disse Scaravella.


* Todas as imagens: Divulgação

post: Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.