Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Mostre a elas o que podem ser e não o que devem ser!!!


Mostre a elas o que podem ser e não o que devem ser!!!





Fique com elas, mostre, explique, desperte curiosidade, leia para elas, dialogue, cuide, eduque, seja como elas, converse com elas na altura delas, olhos nos olhos, de igual para igual, pouco importando se você tiver que se ajoelhar, isso não será uma forma de mostrar fraqueza e sim respeito por elas.
Faça delas um ser que possa vir a ser muito melhor do que você é, mas pelo que você mostrou a elas e não pelo que você quer que elas sejam, deseja, isso é seu, assim como a decisão delas será delas, mostre liberdade.




Respeite, beije, alise os cabelos, qualquer cabelo, aperte as bochechas, pouco importando a cor de suas bochechas, diga que são lindos, que podem tudo, que não há impossível, que se orgulham, que devem ser gratos, seja grato com elas.
Fique bravo, reprimir não, demonstrar, conversar, arrumar, não ajeitar, ajeitar é feito pela metade ou mal feito, mostre como se faz por inteiro.





Desperte a criatividade delas, pinte, desenhe, imite monstros e heróis, mostre como eles são, porque são, os verdadeiros e os mentirosos, os honestos e os desonestos, os de caráter e os covardes.
Chore com elas em um gol, numa vitória, vendo um filme animado, quando escutam uma linda música, quando olham ela no espelho e veem uma princesa de conto de fadas, ou um príncipe, ou um sapo,  ou um animal falante, sim, animais falam.





Aliás, bem lembrado, faça-as falarem com os animais, faça-as respeitarem os demais, todos os demais, não pelo que tem, mas pelo que são, diga que o ter é consequência do ser e que o ter virá automaticamente.





Sinta frio na barriga com elas, arrepios, sinta medo, o medo alerta, o medo foca, mas mostre como superá-lo, mostre como abrir o armário, e mostre que lá dentro não há monstros, que o desconhecido é incrivelmente interessante.





Cai com elas e se levante com elas.
Se elas chorarem diga que faz parte, machucado dói mesmo, mas é preciso continuar.



Faça!

Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.