Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Apoio essa luta!!!


Dando continuidade ao último post, hoje trago algo bem mais polêmico e bem menos feliz para muitas pessoas acometidas de câncer. 

Um tipo de decisão não autorizada em nosso país, mas que trás a tona, sempre, discussões calorosas contra e a favor dela, a eutanásia.



Jovem com câncer terminal decide morrer e levanta debate sobre Eutanásia.
por Redação Hypeness
O câncer é um assunto polêmico por si só. Muitos não gostam nem de proferir a palavra, enquanto outros lidam com ela diariamente, em tratamentos longos e dolorosos, mas optam por encarar o problema com um sorriso (relembre esta carta incrível que Vânia Castanheira escreveu pro Hypeness). 

Mas quando o caso é terminal, eis que surge a dúvida: qual o melhor caminho a tomar pra esses últimos suspiros de vida?
No Hypeness, sempre damos exemplos de como as pessoas lidam com a doença e encaram de frente seus desafios, nem que seja até a morte. 

Mas e quando a pessoa decide morrer, já que não teria muitas chances de seguir em frente com saúde? 

Este é o caso da norte americana Brittany Maynard, que aos 29 anos optou por colocar um ponto final à sua vida, após uma luta contra um tumor no cérebro.
O óbito planejado está com data marcada para 1 de novembro de 2014, um dia depois do aniversário do marido. Ela tomou esta difícil e pesada decisão após a piora gradual de sua saúde, mesmo diante do tratamento, já que as dores de cabeça que sofre constantemente poderão ser insuportáveis se continuar as sessões. 

Embora seu corpo esteja fisicamente bem, sua mente está se deteriorando cada vez mais e isso não traz, de fato, nenhuma qualidade de vida.
A jovem optou pelo suicídio com assistência médica, a eutanásia, com Brittany bem ciente e de acordo com a morte, que será feita com drogas prescritas e acompanhada por uma equipe. Para poder realizar seu último desejo, Brittany teve de se mudar da Califórnia para o Estado de Oregon, no Estados Unidos, onde a eutanásia é legalizada.
A experiência foi compartilhada num artigo feito por ela para o site da emissora CNN, lançou uma campanha no YouTube em prol dos doentes terminais poderem fazer suas próprias escolhas, e seu envolvimento com a entidade sem fins lucrativos Compassion & Choices, focada na legalização e direto de escolha da eutanásia.
Assista ao seu vídeo abaixo e reflita:









Post: Marcelo Ferla
fonte: Hypeness

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.