Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Dica do Blogueiro.


Luiz Ruffato reinventa história da princesa e do sapo em obra que lançou na Bienal do Livro.


Luiz Ruffato reinventa a já tão conhecida história da princesa que beija o sapo para que ele se transforme num príncipe em seu mais novo livro, o primeiro voltado ao público infantojuvenil. “Era uma vez um reino distante...” É com essas familiares palavras que começa A história verdadeira do sapo Luiz, escrita por Ruffato, com ilustrações de Ionit Zilberman, que será lançada pela Editora DSOP, na 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que se inicia em 22 de agosto, no Anhembi.

A nova obra do autor conta é baseada em sua própria história e marca sua estreia no universo das crianças e jovens. O texto mistura ideias antigas com conceitos da sociedade atual. São diversos elementos característicos de contos de fadas, como um rei justo, sábio e generoso, irmãs invejosas e uma maldição que se contrapõem à bondade e à beleza da donzela.

Contudo, na versão de Ruffato, a protagonista, princesa Juliana, é inteligente, sabe o que quer e não aceita nenhum dos pretendentes cheios de títulos e qualidades que seu pai lhe apresenta. Ela espera pelo amor, que acaba encontrando no sapo Luiz.

A busca pelo grande amor, entretanto, não é tão fácil. Só depois de beijar centenas de sapos e quase desistir é que ela se apaixona – qualquer semelhança, metafórica, com a vida real não é coincidência. “Muitas vezes, a boa fortuna se encontra onde menos se suspeita”, diz sua aia.

E então, uma surpresa! Para não a estragar, vale conferir em A história verdadeira do sapo Luiz que nem tudo no livro de Ruffato acontece como nos tradicionais contos de fadas.

“Foi um presente e também um desafio incrível produzir o primeiro infanto-juvenil de um autor como Luiz Ruffato. Tivemos ainda a imensa sorte de contar com o talento de Ionit Zilberman, que fez uma ‘leitura’ poética do texto e soube compor a história com muita delicadeza”, ressalta a diretora editorial da DSOP, Simone Paulino.
Sobre os autores

Para o público adulto, o mineiro Luiz Ruffato foi organizador da coletânea Entre as Quatro Linhas: contos sobre futebol, lançada recentemente pela Editora DSOP, reunindo quinze renomados autores.

Antes disso, escreveu Eles eram muitos cavalos, De mim já nem se lembra, Estive em Lisboa e lembrei de você e a pentalogia Inferno provisório, composta de livros sobre o operariado brasileiro. Suas obras ganharam os prêmios APCA, Machado de Assis, Jabuti e Casa de las Américas, tendo sido publicadas na França, na Itália, em Portugal, na Alemanha, na Finlândia, na Argentina, na Colômbia, no México e em Cuba.

Natural de Cataguases, Ruffato formou-se em tornearia mecânica pelo Senai e trabalhou como operário da indústria têxtil, pipoqueiro e atendente de armarinho durante a juventude. Graduou-se em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora e atuou em jornais mineiros até se mudar para São Paulo, em 1990.

Passou pelo Jornal da Tarde e, em 2003, abandonou a carreira de jornalista para se tornar escritor em tempo integral.

Nascida em Tel Aviv, em Israel, Ionit Zilberman veio ainda pequena, com os pais, para São Paulo.

Foi vendedora de livros, assistente de artista, montadora de bienal e ilustradora de revistas, entre outras aventuras e, há alguns anos, trabalha ilustrando livros infantis, tendo vários deles já sido publicados no Brasil e no exterior.

Para ilustrar A história verdadeira do sapo Luiz, fazendo ela também uma releitura dos contos de fadas, usou páginas de livros antigos, pintou e colou sobre elas, num trabalho feito em camadas, em que algumas coisas aparecem e outras ficam escondidas. Em seu processo de criação, passou ainda por todo um estudo da vestimenta dos personagens, utilizou técnica de colagem e se valeu de papéis de vários lugares do mundo, o que deu ao livro uma tridimensionalidade incrível. 

fonte: DSOP Educação Financeira Av. Paulista, 726 - cj 1210 Sao Paulo, SP 01310-910 Brazil;

post: Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.