Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Admirável mundo torto.


Cracolândia subterrânea na Romênia tem centenas de usuários de drogas.

Uma "cracolândia" subterrânea se espalha pelos antigos túneis do sistema de aquecimento de Bucareste, capital da Romênia. De acordo com reportagem da rede de TV "Channel 4", centenas de usuários de drogas – muitos com menos de 18 anos de idade – moram no local.
Alguns dos corredores que ligam os diferentes ambientes do subterrâneo só podem ser atravessados rastejando, e o chão é repleto de seringas usadas.Por 50 centavos de euro (R$ 1,70), os usuários podem comprar ali uma dose de tinta metálica altamente tóxica conhecida como "aurolac", que é inalada dentro de sacos plásticos. Além disso, uma droga injetável derivada da metadona também é oferecida no local.



Uma das lideranças da cracolândia local e maior fornecedor de drogas do subterrâneo é conhecido apenas como Bruce Lee. Abandonado em um orfanato durante o regime comunista quando tinha apenas três dias de vida, ele diz no vídeo: "quando Ceausescu caiu, eu também cai"."Nós somos a escória da humanidade, não somos?

Então eu busco organizar a turma para que sejamos como uma família", afirma, ao repórter. "As autoridades não se importam, ninguém se importa [conosco]".
Segundo levantamento de ONGs locais, ouvidas pela reportagem, a maioria dos habitantes da cracolândia romena é HIV positiva e morava em orfanatos do Estado durante o regime comunista.
Com a queda do líder Nicolae Ceausescu, em 1989, essas pessoas foram despejadas nas ruas – estima-se que ao menos 50 mil jovens estavam sob cuidado do Estado na época.

Marcelo Ferla 
fonte: via UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.