Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

terça-feira, 15 de outubro de 2013

O show de Truman.


Durante um tempo cheguei a iniciar a coleta de material para escrever um texto sobre a saga iniciada por Bradley Manning, o militar que se vestiu de mulher para tentar se livrar de uma pena severa por ter sido considerado culpado em julho deste ano por roubar cerca de 750 mil documentos confidenciais e vídeos do Departamento de Estado e das Forças Armadas americanas, com detalhes das ações da diplomacia americana e das operações nas guerras do Iraque e do Afeganistão. Depois disto veio Snowden que revoltado com tanta barbaridade do chamado "síndico do mundo" entregou, igualmente, uma penca de documentos que deixaram o mundo em choque, o que de certa forma não entendo, tenho dificuldade nesta parte, eis que o mundo todo se assustou com um ato que é exercido desde sempre pelos EUA e que só fora mais uma vez confirmado por Bradley e Snowden, o fato de que os EUA olha pelo buraco da fechadura do restante do mundo. Achei que seria difícil escrever sobre isso, não andava inspirado na época e deixei de lado, já que a imprensa estava dando conta de criar e publicar milhares de análises e teorias a respeito, causando uma confusão talvez proposital, talvez não. A mídia é perigosa, sempre foi.
O que vale nisto tudo é que aquilo que parecia história de cinema americano se tornou realidade. Aqui no Brasil, também atingido pela gana americana, mais especificamente por petróleo, e até ai nenhuma novidade, desde que não nos invadam e não extermine nosso povo, a exemplo do que fizeram na cara dura com a invasão do Kuwait e depois do Iraque e por ai vai, sempre atrás do ouro negro que hoje também possuímos em uma proporção mais interessante.
Esse ato demonstrou que eles se demonstram interessados nos índios aqui, situação esta que somada a e-mail de Dilma invadido, Petrobrás arrombada em suas informações sigilosas, pré sal na mira dos caras, gerasse como resultado final a indignação da líder de nosso país, e aqui um ponto importante a ser analisado. Essa revolta, a princípio válida e fundada, pode ser interpretada, ora como uma tentativa de demonstração de autoridade firme perante o gigante mundial, não mais tão gigante assim, para com isso, comprovar que o nosso povo não foge a luta e que jogamos para valer quando a bola rola, e com isso, tal ato ser mais uma eficaz propaganda eleitoreira que trará como resultado final a premiação tão desejada de se reeleger, ora se trataria de algo mais ingênuo e leve, ou seja, tão somente a exigência de respeito perante uma nação soberana untada com pura revolta diplomática que sequer consegue retirar torcedores injustamente presos da Bolívia, lá os deixando a perder de vista? Paradoxal, mas bem simples de se entender. Primeiro o poder, depois o povo.
Como somos relativamente embrionários no que se refere a jogos de espiões, e como ainda pagamos muito pau para os Gi Joe’s, fico com a segunda opção, Dilma presidente reeleita. Mais ou menos assim, sejamos duros com a maior potência do mundo, eis que somos uma economia emergente que será uma futura potência de analfabetos e estaremos no poder por mais quatro anos, não nos rebaixaremos a ninguém, somos um povo forte, de futuro gigantesco, votem em mim e lhes provarei isto, já os enfrentei uma vez e não deixarei eles mandarem em nós. Muito bonito como discurso de palanque e bem eficiente para os menos avisados.
A questão é que as desconfianças são muitas e sendo o assunto minado por teorias das mais estapafúrdias para que se crie em torno disto a eficiente confusão mental do povo, na duvida vamos de Dilma, aquela que não se rendeu ao “síndico do mundo” ou uau, nossa presidente é faca na bota mesmo, foi lá e encarou o dono do mundo, nem sequer falou e olhou direito para ele na convenção de São Petersburgo e ainda disse que não iria a seu encontro lhe visitar, nossa, quanto poder, que fibra, que coragem, que exemplo de desenvoltura e mostra de segurança e firmeza.
Mas como sempre, há que se esperar e ver se o Itamaraty tem café no bule para proteger, juntamente com a nossa presidente da Petrobrás, já assediada como a best of the best do mundo dos negócios, título concedido a ela semana passada, vejam vocês, por revista deles, faça jus realmente a indicação, caso contrário se trata, como acho, de um amaciante de carnes jogado numa bela peça de picanha a ser depois degustada ou, igualmente, um petisco para uma cachorrinha já adestrada que adora guloseimas e balança o rabo facilmente quando agradada com quase nada depois de obedecer ao comando do adestrador, eis que é vaidosa, adora poder é importante e adorou o mimo.
Que a merda toda venham de encontro ao ventilador e que, em respingando em nós, seja jogada de volta, o que acho bem difícil, estou descrente quanto a isto, mais ainda quando me recordo que somos órfãos de colonizados e que na Amazônia eles tem laboratórios mil que produzem remédios advindos das plantas que nossos índios conhecem tão bem, mas que depois de industrializadas, não estão disponíveis em nossos postos de saúde. Ah Brasil, meu Brasil cada vez mais brasileiro.


Marcelo Ferla  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.