Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Apoio essa luta!!!


DESMISTIFIQUE O CÂNCER.
Tire dúvidas sobre a doença do século XXI


Quando ouvimos falar em câncer, inevitavelmente, pensamos no pior. 

Mesmo com os mais inovadores tratamentos disponíveis no mercado, a maioria das pessoas ainda desconhece vários aspectos da doença. 

Isso ocorre porque existem muitas ideias errôneas sobre a doença e suas causas. 

Muitas vezes, uma má interpretação de fatos relacionados ao câncer ou a generalização de um caso isolado da doença, assim como especulações, acabam por fazer com que conceitos e até mesmo crenças se apresentem como verdades, atrapalhando a prevenção e o tratamento da doença.
Confira alguns esclarecimentos do médico oncologista da Oncomed BH, Dr. Leandro Ramos, que vai ajudar a desmistificar o câncer.

1) Muitos falam da hereditariedade do câncer. Isso é mito ou verdade?
Dr. Leandro Ramos/Oncomed BH: Em geral o câncer não é hereditário, porém, existem alguns casos como o câncer de mama que apresenta uma mutação no gene BRCA1 e 2, que tem uma transmissão hereditária (cerca de 7% do total dos cânceres de mama). Outro exemplo é o câncer de colon, quando associado ao surgimento de pólipos intestinais.

2) Conte-nos sobre alguns tumores hereditários.
Dr. Leandro Ramos/Oncomed BH: Um exemplo clássico de câncer hereditário é o retinoblastoma - doença maligna que compromete o olho e ocorre em crianças. No entanto, existem alguns fatores genéticos que tornam determinadas pessoas mais sensíveis à ação dos carcinógenos ambientais, o que explica por que algumas delas desenvolvem câncer e outras não, quando expostas a um mesmo carcinógeno.

3) Sabendo que a incidência do câncer de mama tende a aumentar com a idade, a partir de quantos anos a mulher deve realizar a mamografia?
Dr. Leandro Ramos/Oncomed BH: O câncer de mama é mais frequente em mulheres com mais de 50 anos, porém, temos observado um aumento significativo do diagnóstico em mulheres mais jovens. Por este motivo, a mamografia deve ser realizada após 40 anos, e qualquer alteração nas mamas deve ser comunicada ao médico.

4) A rotina das mulheres vem mudando nas últimas décadas e muitas optam por não ter filhos. Deixar de ter filhos aumenta o risco de câncer de mama? Por quê?
Dr. Leandro Ramos/Oncomed BH: Sim. A mulher que nunca engravidou apresenta uma maior possibilidade de desenvolver o câncer de mama. Isso acontece devido à produção hormonal que ocorre neste período, que é um fator protetor contra o câncer de mama. A amamentação também é um fator protetor contra o câncer de mama.

5) O uso excessivo de celular aumenta o risco de câncer? E o uso de micro-ondas, é prejudicial à saúde?
Dr. Leandro Ramos/Oncomed BH: As ondas eletromagnéticas, quando em altas concentrações, estão relacionadas ao surgimento de câncer. Porem, até o momento, a relação entre o uso do telefone celular e câncer não está definida. A recomendação é o uso limitado destes aparelhos e a consequente menor exposição às ondas eletromagnéticas por ele emitidas. Até o momento, não existe nenhuma evidência científica entre forno de micro-ondas e câncer.

6) Muito se fala sobre as consequências que o tabagismo traz para a saúde, inclusive sobre o grande número de casos de câncer causados pelo fumo. Quais os tipos de câncer são causados pelo tabagismo, além do câncer de pulmão?
Dr. Leandro Ramos/Oncomed BH: Vários compostos cancerígenos são liberados na combustão do fumo. O cigarro é o agente carcinogênico mais usado por mulheres e homens e é a principal causa de mortes prematuras evitáveis no mundo. Cerca de 30% do número total de casos de câncer diagnosticados no mundo são causados pelo fumo. O câncer de pulmão não é o único causado pelo tabagismo. O câncer de boca,  faringe, seios da face, esôfago, estômago, pâncreas, laringe, traqueia, rins, bexiga e até no colo uterino também são causados pelo cigarro. Fumantes passivos, ainda que com um risco menor, também estão sujeitos a estes mesmos tipos de câncer.

7) Quais os tipos de câncer mais comuns nos homens e nas mulheres?
Dr. Leandro Ramos/Oncomed BH: Nos homens, os cânceres mais comuns são de próstata, pulmão, colón e reto. Já nas mulheres, os principais cânceres são o de mama, colo de útero e pulmão.

8) O perigo de aquecer comida em recipientes plásticos é real?
Dr. Leandro Ramos/Oncomed BH: A dioxina, que é um composto orgânico incolor e inodoro (sem cor ou cheiro), está presente em várias substâncias, dentre elas no plástico. Quando vasilhas deste material são esquentadas no forno de micro-ondas, esta substância é transferida ao alimento que será ingerido. No organismo, a dioxina acumula-se nos tecidos adiposos e eleva o potencial cancerígeno. Ou seja, o recomendado é não aquecer alimentos em recipientes de plástico no forno de micro-ondas.
Existe uma grande confusão sobre os fatores de risco do câncer. O importante é que as pessoas acreditem que elas podem reduzir este risco ao longo da vida e a forma inicial da diminuição da doença é o esclarecimento sobre os seus mitos. Precisamos combater esta informação equivocada com campanhas de promoção à saúde, enfatizando a importância da dieta e do estilo de vida, inclusive o tabagismo, que é o responsável por 90% a 95% dos casos de câncer.

Sobre a Oncomed
A Oncomed, clínica especializada na prevenção e no tratamento das doenças neoplásicas, foi fundada em 1994, em Belo Horizonte. Desde então, realiza um trabalho que envolve cuidados diferenciados e tratamento humanizado a todos os pacientes. São especialistas em oncologia, hematologia, nutrição, clínica da dor, psicologia e cardiologia, além de uma equipe de suporte que realiza um acompanhamento efetivo na prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças.

post: Marcelo Ferla
fonte: Oncomed.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.