Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sexta-feira, 7 de março de 2014

Homenagem.



Ser mulher, mais do que se imagina.
O que dizer além de tudo que já fora dito de um ser como a mulher? Bem, ainda há muito que se dizer da mulher, eis que a mulher é um ser que se renova a cada dia conquistando seu espaço com excelência, imposição, competência intocável, se atualiza e, desta forma, sempre com mais firmeza, vai contra tudo e contra todos aqueles que achavam ou ainda acham que ela não iria longe, e mais do que isso, não conquistariam nem surpreenderiam nada nem ninguém, não da forma como fazem nos dias de hoje.
Dia destes estava eu comentando a cerca de algo que sempre quis muito e falo aos meus próximos com frequência, o sonho que tenho de ter todos os profissionais de que faço uso na área da saúde mulheres, médicas.
Ocorre que eu sempre tive um obstáculo a minha frente em se tratando disto, na verdade consistem em dois, sendo estes, a existência de médicas especializadas nas áreas de proctologia e urologia, áreas que jamais poderiam ser dominadas e, principalmente, exercidas por mulheres.
Imagine que absurdo, tratar-se-ia de muita intimidade entre um homem e uma mulher desconhecidos. Como ficaria eu, em ambos os casos nu, diante de uma mulher que, no primeiro caso, me faria um fio terra e, no segundo, analisaria algo que ela poderia não gostar, por ser pequeno, feio e, principalmente, poderia ela rir descompassadamente do que estava vendo, aquela coisa insignificante e mole a sua frente. Como ficaria minha honra de macho reprodutor? Mesmo assim queria isso, precisava da competência destas novas e inovadoras, ousadas mulheres que quebram tabus.
Tenho todas as profissionais de que faço uso na área da saúde mulheres, estando dentre estas minha endocrinologista (Dra. Nádia), minha oftalmologista (Dra. Luciana), minha eterna amiga e terapeuta (Gilnéia), minha nefrologista (Dra. Neusa) e minha ortodontista (Dra. Janice), denre outras que não me recordo no momento. O que posso dizer é que nos dias de hoje entre a escolha de um médico, fico com uma médica. Para não ser injusto há dentre todas estas o bendito é o fruto, meu psiquiatra (Dr. Ygor).

Mas o melhor vem agora.

Lembram-se da história de que me sentiria realizado quando existissem urologistas e proctologistas mulheres? Pois bem, eis que um dos problemas fora resolvido quando minha endocrinologista em uma consulta me indicara uma proctologista, eu disse uma (feminino) que neste momento, infelizmente, não me recordo o nome.
Estava quase lá!
Mencionei todas estas profissionais eis que a mulher tem a sensibilidade, o tratar, a atenção, a dedicação, os toques, o diálogo, muito mais apurados do que o homem médico. Aliás, no que a mulher não é melhor que o homem? Eu, particularmente acho esta melhor em tudo e a cada dia, por mais Bolsonaro que se seja elas nos esmagam com esta máxima.
Prova disso se dá no aumento de casais gays entre as mulheres, fato que se explica, na medida em que a mulher chegou, com o passar do tempo, a conclusão de que nós homens não sabemos como tratá-la da forma que ela merece e deve ser tratada, não a compreende, não a ouve, dá carinho, atenção, atura suas TPM’s, lhe dá mimos eternos, lhe diz nos olhos que a ama, se orgulha de estar a seu lado, lhe acha linda, uma Deusa, o que, logicamente, só pode ser feito por quem é igual a ela, sua semelhante, ou seja, outra mulher. Pior para nós homens, azar o nosso que somos idiotas ao ponto de não compreendermos um ser tão sensível.
Hoje se comemora o dia Internacional da Mulher, e faço essa singela homenagem a este ser incrível, que continua sendo alvo de piadas, machismo descarado, violência, descaso, preconceitos mil, tudo advindo de nós homens, os ogros de todo o fenômeno.
A mulher é aquela que dá a vida, nenhum de nós, ao menos até o presente momento, é capaz de passar por sensação tão sublime na vida do que a mulher, a sensação de cultivar com carinho e desejo incondicional a semente da vida durante 9 meses, para depois ver olhos nos olhos, o resultado de seu amor com outrem, que não necessariamente um amor de mulher e homem.
A mulher nunca sofreu tanto quanto nos últimos tempos, anda só ou em grupos, milhares de carros lotados de belas mulheres, diz esta quando questionada a respeito, não haver mais homens a sua altura, porque os verdadeiros homens desejados por estas não se assemelha em nada àqueles que um dia a fizeram sofrer e sentir a dor do amor não correspondido, da indiferença daquele o qual ela amou, amou de verdade e que, como recompensa disto, sofreu a dor da traição, da violência, da grosseria que a traumatizou, machucou de tal forma que fez com que esta repudie e se afaste de nós homens.
Enfim, este ser sublime e completo da natureza deve ser tratado com mais atenção, carinho, compreensão, deve ser ouvida, atendida, receber todos os sentimentos mais sublimes que o ser humano pode proporcionar, deve ser respeitada, admirada, ovacionada, receber abraços, beijos e amaços, flores, muitas flores de surpresa, sem esperar, caso contrário, em não fazendo isto, estaremos decretando a nossa própria extinção, eis que nós existimos, justamente por sairmos do ventre deste ser perfeito de Deus.
p.s – só faço um apelo a vocês, mulheres, não generalizem suas opiniões no sentido de que todos nós homens não prestamos, tudo porque um dia um dos nossos lhe fez sofrer a ponto de sangrarem de dor. Dentre nós, ainda há bons homens, homens que querem ser tão felizes quanto vocês, mulheres desbravadoras.

Marcelo Ferla       

2 comentários:

  1. Muito lindo o texto, Marcelo!
    Eu acredito que ainda existam homens cavalheiros, gentis, carinhosos, amigos.
    Homens com H maiúsculo!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.