Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Desejo alheio.





Países da ONU recomendam fim da Polícia Militar no Brasil


O Conselho de Direitos Humanos da ONU pediu nesta quarta-feira ao Brasil maiores esforços para combater a atividade dos "esquadrões da morte" e que trabalhe para suprimir a Polícia Militar, acusada de assassinatos.

Esta é uma de 170 recomendações que os membros do Conselho de Direitos Humanos aprovaram hoje como parte do relatório elaborado pelo Grupo de Trabalho sobre o Exame Periódico Universal (EPU) do Brasil, uma avaliação à qual se submetem todos os países.

A recomendação em favor da supressão da PM foi obra da Dinamarca, que pede a abolição do "sistema separado de Polícia Militar, aplicando medidas mais eficazes (...) para reduzir a incidência de execuções extrajudiciais".

A Coreia do Sul falou diretamente de "esquadrões da morte" e Austrália sugeriu a Brasília que outros governos estaduais "considerem aplicar programas similares aos da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) criada no Rio de Janeiro".

Já a Espanha solicitou a "revisão dos programas de formação em direitos humanos para as forças de segurança, insistindo no uso da força de acordo com os critérios de necessidade e de proporcionalidade, e pondo fim às execuções extrajudiciais".

O relatório destaca a importância de que o Brasil garanta que todos os crimes cometidos por agentes da ordem sejam investigados de maneira independente e que se combata a impunidade dos crimes cometidos contra juízes e ativistas de direitos humanos.

O Paraguai recomendou ao país "seguir trabalhando no fortalecimento do processo de busca da verdade" e a Argentina quer novos "esforços para garantir o direito à verdade às vítimas de graves violações dos direitos humanos e a suas famílias".

A França, por sua parte, quer garantias para que "a Comissão da Verdade criada em novembro de 2011 seja provida dos recursos necessários para reconhecer o direito das vítimas à justiça".

Muitas das delegações que participaram do exame ao Brasil concordaram também nas recomendações em favor de uma melhoria das condições penitenciárias, sobretudo no caso das mulheres, que são vítimas de novos abusos quando estão presas.

Neste sentido, recomendaram "reformar o sistema penitenciário para reduzir o nível de superlotação e melhorar as condições de vida das pessoas privadas de liberdade".

Olhando mais adiante, o Canadá pediu garantias para que a reestruturação urbana visando à Copa do Mundo de 2014 e aos Jogos Olímpicos de 2016 "seja devidamente regulada para prevenir deslocamentos e despejos".

fonte: folha.com


O que me parece é que algumas exigências até que vem bem a calhar, pois, nossa polícia está muito longe de negar boas sugestões e soluções, mas com estas, algumas observações devem ser feitas.

Primeiro a de que os interesses de que estas polícias melhorem, parte de alguns países que tem as suas polícias tão caóticas quanto as nossas, caso do Paraguay e da Argentina. A estes, o silêncio.

Mais ainda. No caso específico de Argentina e Paraguay, ainda temos um esforço maior de nossa polícia de fronteira do que o feito pelas duas outras, para, por exemplo, o problemático tráfico de armas e entorpecentes. A estas, silêncio.

Segundo. Os demais países, em decorrência de seus abusos e extravagâncias, tem um medo crônico, comum dentre todos, da participação de sua população de atletas em eventos como os Jogos Olímpicos de 2016, alegando não ter o país, estrutura de segurança para garantir a integridade destes atletas internacionais.

Pois bem. Há que se lembra que o Brasil como bom vizinho, e como excelente relações internacionais que é, fazendo inclusive diplomacia educada com países como o Irã, não tem nada haver com o problema que assusta os demais países, até um certo ponto claro, qual seja, o de fazer com que determinados atletas corram risco em qualquer parte do mundo, e não só no Brasil, sendo este risco reflexo de governos mandões do mundo, como os de França e EUA, que pintam e bordam fronteiras afora, criando com isto, um desafeto a cada tiro que disparam longe de casa. 

Há que se receber as sugestões válidas, mas dentre isto e causar um início de estado de exceção no país, por conta de erros e efeitos não causados por pelo país, já é demais. Que fique claro.

P.S - jamais esqueçam que para começar, se faz necessário bons salários, bons instrumentos de trabalho e principalmente, medidas que amenizem a corrupção impregnada em nossas polícias.


Marcelo Ferla

        





Continue Lendo... ►

O mundo.


Se já costumo ser crítico das coisas que ocorrem no Brasil, o que dizer das barbaridades que estão ocorrendo mundo afora? Isto que não temos a capacidade de sabermos sobre todas elas, somente sobre aquelas quem muitas vezes, chegam ultrafiltradas para nós. mas é assim, o que chega deve ser analisado e criticado se for o caso, sem dó e sempre com a esperança de melhoras.











Marcelo Ferla


Continue Lendo... ►

Hot Ink's.


Hoje em Hot Ink's, a sensualidade, beleza e atitude de Fernanda, uma ruiva quentíssima como seus cabelos.




Fernanda - parte II














Marcelo Ferla





Continue Lendo... ►

terça-feira, 29 de maio de 2012

Piratas me mordam - parte II


Como já disse, eu adoro piratas, acho eles emblemáticos e imponentes. Já os animais são uma paixão infantil, que sempre tive, que faz parte de mim. Em sendo assim, resolvi juntar ambas as coisas com este material. 

Curta ai a última e sensacional parte destas figuras maravilhosas.


















Marcelo Ferla
Continue Lendo... ►

Marcas que marcaram - parte final.



Fiz uma descoberta sensacional esta semana através de minhas andanças pelos sites. Foram selecionadas, por meio de votação do público, as 27 logo-bands que mais influenciaram o mundo e que mais foram marcantes na história da música.



Talvez você não concorde com a lista, mas garanto que a maioria delas realmente foram grandes logo-bands, inesquecíveis e que se imortalizaram desta forma pela sua forma peculiar e criativa. Espero que curta.


Marcas que marcaram - Parte final
















Marcelo Ferla




Continue Lendo... ►

Brasil, zil zil.


Nosso país está afogado em problemas, menos no Nordeste e no Rio Grande do Sul, onde as coisas então numa seca danada.


Pior do que isto, na realidade o país que é a sexta economia do mundo, vem  demonstrando falhas horrendas em outros setores, crises intermináveis nos bastidores do poder, escândalos escabrosos, dinheiro se espalha por todos os lados, como se fosse bala saída da arma de um atirador cego com uma automática na mão. As coisas não vão nada bem, no país da próxima Copa. 















Marcelo Ferla


Continue Lendo... ►