Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sábado, 13 de dezembro de 2014

Prestação de serviços.


Médico alerta sobre os riscos dos produtos industrializados.
Certos alimentos industrializados têm a adição de diversos produtos químicos que podem fazer mal ao organismo.



No ritmo de vida acelerado em que se vive atualmente, opta-se pela praticidade com a qual o alimento é preparado na hora das refeições em detrimento aos benefícios que ele trará à saúde.
“O alimento industrializado é prático, mas é preciso salientar que ao optarmos por eles abrimos mão da qualidade nutritiva do alimento”, diz Mohamad Barakat, médico endocrinologista. 

Os alimentos semi-prontos, por exemplo, costumam ser ricos em gordura saturada, que eleva os níveis de colesterol ruim e as chances de desenvolver doenças cardiovasculares. 

Além disso, ainda são alimentos ricos em sódio que, em excesso, causam o aumento da pressão arterial.
“Não que seja terminantemente proibido ingerir alimentos industrializados, mas é preciso frisar que, sempre que possível, seja dada a preferência aos alimentos naturais. 

Afinal, alimentos industrializados costumam conter grande quantidade de sal, gordura e açúcares que, em abuso, são prejudiciais à saúde”, complementa Barakat.
Ainda, certos alimentos industrializados têm a adição de diversos produtos químicos que podem fazer mal ao organismo. 

“Os conservantes em alguns produtos, por exemplo, podem ser nitratos e nitritos, substâncias consideradas carcinogênicas, explicar o que é! Há também conservantes e corantes que podem causar distúrbios metabólicos e digestivos, além de alergias”, aponta Barakat.

Embutidos
Os embutidos são fontes de gordura, principalmente saturada, responsável pelo maior acúmulo do colesterol no organismo. 

“Quase todos os embutidos tradicionais têm o dobro de gordura das carnes in natura e ainda são recheados de aditivos e conservantes. Os produtos à base de aves possuem menores teores de gordura saturada e colesterol, porém todos os embutidos possuem em suas fórmulas grande quantidade de sal, o que pode ser um risco para o desenvolvimento de hipertensão arterial”, avalia o médico.

Para uma alimentação saudável, a melhor opção é sempre a ingestão de carne in natura. 

“Se for consumir pratos à base de produtos embutidos ou similares, que a frequência não ultrapasse uma vez por semana. Idosos com colesterol alto, hipertensos, diabéticos ou cardíacos precisam ficar atentos ao consumo de produtos embutidos em suas dietas, sendo que o melhor é mesmo evitá-los”, ressalta Barakat.
Por mais que sejam práticos para os lanches rotineiros, os embutidos podem trazer graves consequências futuras, causadas por uma alimentação desequilibrada, rica em sal, colesterol, gorduras saturadas e conservantes, que em nosso organismo são convertidos em substâncias potencialmente cancerígenas, além de serem pobres em fibras, vitaminas e sais minerais.

post: Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.