Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Dica do Blogueiro.


“A Última Gota” – Vanessa Barbosa – Editora Planeta.
Chega às livrarias de todo o país o livro “A Última Gota”, da jornalista especializada em Meio Ambiente e Energia Vanessa Barbosa. 

A obra é um verdadeiro tratado de como as autoridades estão abordando com descaso os problemas hídricos, no Brasil. E o pior ninguém fala ou sabe: estão injetando na natureza e dando para as pessoas venenos que os tratamentos deixam passar.

“A Última Gota”
Vanessa Barbosa
Editora Planeta
ISBN: 978-85-4220447-6
Não-ficção / brochura / 16x23cm / 248 páginas
R$ 34,90

Leia alguns relatos da autora:
"Por ano, cerca de mil novas substâncias químicas entram no mercado, incorporadas em novos produtos. Engana-se quem pensa que todas elas são testadas minuciosamente por um eventual potencial de perturbação endócrina no organismo dos seres vivos".
"Nos últimos 30 anos, tem crescido a suspeita de que a presença dessas substâncias na água pode estar associada a casos de infertilidade, especialmente em homens, e também à menstruação cada vez mais precoce nas mulheres, condições ainda sem explicação clara pela ciência".
"Temos um coquetel tóxico que se espalha no meio ambiente usando a água como principal meio de transporte. Essas micropartículas sintéticas expelidas em doses cavalares na natureza passam praticamente incólumes pelos atuais sistemas de tratamento de esgoto e água. É aí que o botão de emergência deve disparar".
A água não está acabando, nós é que estamos acabando com ela! A natureza, sozinha, não tem culpa pela torneira seca, como querem fazer crer os políticos. 

E São Paulo, com a maior economia do país e lar de mais de 20% da população brasileira, não está sozinha nessa crise.
O livro “A Última Gota”, traz um profundo trabalho de pesquisas, entrevistas e dados recolhidos pela jornalista Vanessa Barbosa, que mostra o drama da falta d’água e os problemas que comprometem a sua oferta, em qualidade e quantidade, nas grandes cidades do Brasil. 

Essa publicação da Editora Planeta mostra que parte da explicação da crise é suja e mal cheirosa. Faltam investimentos, projetos precisam sair do papel, as matas ciliares estão sendo invadidas e a natureza sozinha não consegue se regenerar na mesma velocidade que é destruída. 

E para complicar ainda mais, venenos poderosos são despejados nos nossos rios.
Para a autora, que tem um extenso currículo na área de sustentabilidade e energia, as conclusões são estarrecedoras e muito além do imediatismo da economia que devemos fazer para não faltar água: 

“É preciso agir rápido frente ao crescimento galopante dos desafios. 

Todos os anos, milhares de novos produtos químicos são produzidos e derramados em nossa água; muitos, com potencial de perturbar os hormônios dos seres vivos, passam incólumes pelos sistemas de tratamento”, explica Barbosa.
Em muitas regiões, cada gota a menos pode emergir como uma nova fonte de conflito. Estaremos preparados? 

“A Última Gota” é um livro atual e fundamental para nos alertar sobre o perigo da falta do líquido mais precioso para a vida.


Vanessa Barbosa é repórter especializada em Meio Ambiente e Energia do EXAME.com, o maior site de negócios e economia do país. 

Na sua abordagem dos fatos, busca sempre clareza e visão integrada ao tratar os problemas mais urgentes e dramáticos que afligem a humanidade. 

Formada em jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com pós-graduação em Direito Ambiental e Gestão Estratégica da Sustentabilidade pela PUC-SP. 

Dedica-se em sua pesquisa de especialização ao estudo dos poluentes emergentes, substâncias químicas derivadas da moderna sociedade de consumo, com potencial de afetar a saúde de diversos seres vivos, incluindo os humanos, e deflagrar uma crise ambiental silenciosa.
Como jornalista passou pela redação da Revista Veja Rio, onde deu seus primeiros passos na cobertura ambiental com matérias publicadas sob o selo Planeta Sustentável, movimento lançado pela Editora Abril. 

Cobre desde então assuntos ligados a fontes renováveis, tecnologias verdes, consumo, recursos naturais, biodiversidade, mudanças climáticas, mobilidade urbana, responsabilidade socioambiental e uma série de outros temas essenciais para compreender a sociedade atual e sua relação com o meio. 

post: Marcelo Ferla 
fonte: Ed. Planeta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.