Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

domingo, 9 de novembro de 2014

Curiosidades.


07 mitos sobre elevadores
Informações desmistificam falsas crenças e podem acabar com o medo de muitas pessoas.


Por mais comum que seja se deparar com um elevador em prédios comerciais e também em residências, ainda há uma quantidade significativa de pessoas que têm medo de entrar em um. Afinal de contas, subir diversos andares em uma estrutura metálica pendurada por cabos pode parecer algo assustador.
O que essas pessoas provavelmente não sabem é que os elevadores contam com diversos recursos tecnológicos para oferecer comodidade e segurança aos usuários. 

Por conta disso, Fabrício Serbake, diretor comercial da Daiken Elevadores, desmitificou 7 crenças sobre o funcionamento desses dispositivos de transporte, mostrando que esses produtos podem ser usados dentro de casa sem nenhum tipo de problema.
1. Elevadores caem quando os cabos arrebentam?
Nos raros casos em que os cabos que levam o elevador para cima e para baixo arrebentam, há cabos reservas para impedir a queda. “Caso esse sistema também falhe, ainda há um freio de emergência que trava todo o equipamento para impossibilitar qualquer movimento”, completa Serbake.
2. As pessoas podem ficar presas em elevadores?
“Principalmente em elevadores residenciais, é extremamente raro que alguém fique preso”, explica o diretor, completando que esse tipo de situação é evitada com visitas de manutenção periódicas, assim como acontece com as revisões de um automóvel, por exemplo.
3. Existe o risco de acabar o ar dentro do elevador?
Não há como alguém sofrer pela falta de oxigênio dentro dos modelos da Daiken. O motivo é bastante simples: os elevadores contam com pequenas aberturas chamadas de aletas, com o objetivo de permitir a circulação de ar mesmo que todas as portas estejam fechadas.
4. O elevador pode se movimentar enquanto alguém entra ou sai dele?
Os elevadores utilizam diversos recursos, como sensores para identificar quando as portas estão abertas, sendo que o movimento só acontece quando elas estão fechadas. “Não há como os nossos elevadores machucarem uma pessoa que esteja saindo ou entrando neles”, garante Fabrício.
5. As portas de elevadores podem prensar uma pessoa?
Para evitar que casos de esmagamento aconteçam, os elevadores contam com dois sistemas de segurança. O primeiro é uma barreira infravermelha que, quando ultrapassada, as portas são abertas imediatamente. A segunda é um mecanismo antiesmagamento acionado quando a porta chega a tocar em algo, também fazendo com que elas sejam abertas de imediato.
6. O elevador pode cair se alguém ficar pulando dentro dele?
“Os saltos não provocam a queda do elevador, mas não é aconselhável que isso seja feito, pois alguma peça pode ser danificada e gerar manutenção desnecessária”, responde Fabrício.
7. Há alguma margem de sobra nos limites de peso?
Ainda segundo o diretor comercial da Daiken, os limites de carga estabelecidos para elevadores contam com tolerância. No entanto, não é indicado que as regras sejam desrespeitadas, principalmente porque o elevador não se movimentaria em situação de excesso de peso.


post: Marcelo Ferla
fonte: Daiken Elevadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.