Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

terça-feira, 11 de junho de 2013

Arte.


Se você estiver pensando em usar um software para fins artísticos, por que não usar algo como o poderoso e popular Adobe Photoshop, certo?

Bem, para Tatsuo Horiuchi, de 73 anos, a explicação válida é a seguinte – softwares como estes são muito caros, enquanto que o Excel já veio instalado em seu computador.


Tatsuo diz que nunca utilizou muito o Excel, porém via seus amigos de trabalho criando gráficos com eles, e concluiu que também poderia fazer arte com o software.

Em seus últimos anos de reforma antecipada, Horiuchi decidiu que queria tentar algo novo, e então comprou um computador e começou a experimentar pintura digital. No começo, ele tentou o Microsoft Word, mas ele teve problemas com determinação do tamanho da tela para ajustar o papel de impressão, até que finalmente, migrou para o Excel, que tinha uma característica interessante, que reduziu automaticamente o tamanho da planilha para caber em um papel de impressão A4.

Pintar em um aplicativo de planilha foi difícil no começo, mas o Tatsuo, bastante ambicioso, conseguiu aprimorar suas habilidades, e durante os últimos 10 anos, ele estabeleceu-se como um artista original, com exposições de todo o Japão.




Tatsuo Hourichi não é o primeira artista do mundo a usar o Excel como um meio de arte, mas ao contrário da artista Danielle Aubert (que também utiliza a mesma técnica), ele não usa células do programa para criar obras de arte pixelizadas.

Em vez disso, ele faz uso de sua característica de forma automática para desenhar formas meticulosamente complicadas, e utiliza cores para que se aproxime ao máximo da arte tradicional japonesa.

Ele ainda acredita que o Microsoft Excel é uma ferramenta excelente, e que a qualidade da arte não exige soluções complexas e caras. Hourichi vende suas criações em exposições locais em sua cidade natal, Sanada, Nagano, e também faz doações para algumas bibliotecas.



Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.