Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Uber sonha com veículos voadores para desobstruir transporte urbano.


Uber sonha com veículos voadores para desobstruir transporte urbano.

Figura meramente ilustrativa.
O Uber, o serviço americano de reserva de veículos com motorista, apresentou nesta quinta-feira um sistema futurista de transporte, que utilizará pequenos aparelhos aéreos elétricos para desobstruir o trânsito urbano.
"A aviação por demanda tem o potencial de melhorar de maneira radical a mobilidade urbana ao devolver às pessoas o tempo perdido", argumenta a empresa em um "livro branco" de uma centena de páginas.
"Uma rede de pequenos aparelhos elétricos, que decolam e aterrizam verticalmente (...) permitirá um transporte rápido e confiável entre as cidades e subúrbios e, eventualmente, no centro das cidades", afirma no livro.
O sistema se basearia em aparelhos de decolagem vertical, a meio caminho entre veículos voadores e mini-helicópteros, nos quais já trabalham, segundo o livro branco, "mais de uma dezena de empresas".
Serão à propulsão elétrica para não contaminar e não "incomodar os vizinhos" devido ao ruído, contrariamente aos atuais helicópteros. 
E no futuro poderão utilizar tecnologia de condução autônoma "para reduzir significativamente o risco de um erro da pessoa que o opera".
Poderão decolar, aterrizar e abastecer sobre uma rede de "vertiportos", que poderão ser instalados no topo dos edifícios de estacionamentos, em zonas existentes previstas para helicópteros, sobre terrenos não utilizados em ao redor de ligações rotas ou em simples "vertilocais" com infraestrutura mínima.
A empresa estima que tal sistema poderá se tornar realidade "na próxima década" se todos os atores potencialmente envolvidos colaborarem.

post: Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.