Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Sabia dessa.


Estresse pode agravar a Síndrome do Intestino Irritável.
Cerca de 85% dos portadores da SII relatam que os sintomas surgiram por causa de fatores emocionais.


Dor abdominal, sensação de estufamento, vômitos, enjoo, queimação, constipação, diarréia, são sintomas recorrentes que a Síndrome do Intestino Irritável (SII) provoca no doente.

A SII é uma doença que afeta o intestino e não é causada por algum defeito na anatomia do órgão, nem pode ser detectada por algum exame: é uma doença ligada ao funcionamento do intestino.

Normalmente, os primeiros sinais surgem na adolescência ou até os 30 anos.
A médica Elisabete Fernandes Almeida, especializada em Educação em saúde e parceira da operadora de saúde Care Plus, diz que para entender perfeitamente a síndrome, é preciso saber como funciona o intestino.

“Depois de consumidos, os alimentos passam por todo o intestino, começando no delgado e terminando no grosso. Para que o bolo fecal se mova dentro dos intestinos são necessárias contrações musculares”.
Na pessoa com SII, o movimento intestinal (também chamado de peristaltismo) pode ser acelerado, o que vai provocar a diarréia ou o contrário, onde o peristaltismo diminui e o individuo tem prisão de ventre e a sensação de estufamento.
Elisabete conta que o estresse pode agravar a síndrome, porque a musculatura do intestino grosso é muito inervada e sensível. “Se a pessoa está em situação de estresse crônico, o peristaltismo pode aumentar ou diminuir”.

Para uma boa saúde do intestino, é indispensável o consumo de fibras e bastante água. Segundo a médica, as fibras são responsáveis por aumentar o bolo fecal, enquanto a água ajuda a eliminar esse bolo de fezes. “Uma hipótese da origem da SII é que os portadores da doença apresentam uma alteração da função intestinal, podendo aumentar o volume de gases dentro dos intestinos”, comenta.

Mais sobre os sintomas
A Síndrome do Intestino Irritável afeta os movimentos do cólon (parte maior do intestino grosso), o transporte de gases e das fezes. Podem ocorrer duas situações: na primeira ocorre um aumento nos movimentos do colón e na absorção de água, amolecendo as fezes e causando diarréia.

Na segunda, o trabalho intestinal fica lento, favorecendo o endurecimento das fezes e ocasionando a prisão de ventre (constipação). 

Tratamento
A médica Elisabete Fernandes Almeida conta que é importante ressaltar que o paciente precisa entender quais são os fatores que disparam as crises e, a partir daí, começar o tratamento. “Alguns medicamentos ajudam a amenizar os sintomas. Porem, manter uma dieta equilibrada é essencial para controlar a SII”.

Dicas para a vida
·       A alimentação e o equilíbrio emocional exercem um papel fundamental na melhora dos sintomas da SII. Gerencie suas emoções;
·         Fique atento aos alimentos que pioram a doença;
·         Beba no mínimo 8 copos de água por dia;
·         Pare de fumar;
·    Caso você tenha o intestino preso, coma mais alimentos ricos em fibras (verduras, frutas, grãos integrais, etc);
·         Faça atividade física regulamente;

Sobre a médica Dra. Elisabete Fernandes Almeida
Médica com especialização em Educação em Saúde pela Universidade de Harvard e Clínica Mayo, é escritora e editora médica, com publicações em várias mídias impressas e digitais. Sua atuação tem foco na informação e conscientização das pessoas em como obter Bem Estar e melhorar a sua Saúde e Qualidade de Vida, por meio de hábitos saudáveis e responsáveis.

Elisabete é responsável pelo blog de dicas de saúde da operadora de saúde Care Plus.
post: Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.