Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Inacreditável.



Sem Photoshop – Conheça as secretas montanhas coloridas que lançam jatos de água de até 5m.
No Fly Ranch Geyser, uma propriedade perto de Gerlach, Nevada, nos Estados Unidos, homem e natureza se juntaram pra criar algo belo e surpreendente. No início do século passado, em 1916, uma perfuração de poços deu origem, acidentalmente, a um espetáculo de cor que hoje pode ser apreciado apenas por um conjunto selecionado de pessoas.
Vários anos após a perfuração, um pedaço de água quente começou a escapar por uma parede mais fraca e o gêiser entrou em erupção, lançando uma coluna de água quente e vapor para o ar. Os minerais dissolvidos, bem como as bactérias, cresceram e acabaram formando o monte sobre o qual se senta o gêiser, que hoje lança continuamente água até 5 metros de altura.
Certamente ninguém imaginaria o autêntico arco-íris que se formaria nesta espécie de vulcão em miniatura. O resultado, ainda que acidental, é tão incrível que o fotógrafo Christian Klepp o descreveu assim : “esta paisagem estranha e sobrenatural poderia ter existido em algum lugar vulcânico em Júpiter. Tais paisagens sobrenaturais são raras na Terra, mas elas existem. Talvez isso ajude a imaginar como era a Terra no seu início”. Dá uma olhada nas fotos:











Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.