Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sábado, 28 de setembro de 2013

Homens admiráveis.



Wagner Moura sobre Marco Feliciano: "um imbecil"
Wagner Moura disse que sonha em encarnar no cinema um pastor evangélico – “até que ponto estes caras acreditam no que falam ou é só proselitismo?”
Wagner Moura disse que gostaria de fazer um filme que retratasse os bispos das igrejas neopentecostais (Foto: Agência Estado)
O ator Wagner Moura é mais uma das celebridades que não aprovam as atitudes homofóbicas do deputado e pastor Marco Feliciano. O eterno intérprete do personagem Capitão Nascimento, do filme Tropa de Elite, deu uma recente entrevista à Carta Capital, onde demonstrou repulsa em relação a Feliciano. “Um imbecil que ganhou com esta história toda um cacife político gigante”, declarou o astro.
Ao ser questionado se há algum personagem que ele sonhe fazer no cinema ou na tevê, Moura surpreendeu e disse querer viver a história de um pastor. “Tenho um projeto com o Karim (Aïnouz, diretor), de fazer um filme que retrate os bispos das igrejas neopentecostais. Este é um fenômeno que me impressiona. Tem gente legal no universo protestante, pastores que admiro, e outros que são muito loucos”, contou.
Quando comentou sobre pastores insanos, logo lembrou de Feliciano. “É um cara que vai ser eleito ad-infinitum para o Congresso por falar um monte de imbecilidades”, declarou. “Este conjunto de intolerância moral e religiosa me interessa muito: até que ponto estes caras acreditam no que falam ou é só proselitismo? É só dinheiro, é só filha-da-putice, ou há de falto algo que eles acreditem ser uma experiência espiritual?”, finalizou.

Marcelo Ferla
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.