Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Blogueira lança loja virtual de moda para portadores de diabetes.

Blogueira lança loja virtual de moda para portadores de diabetes.


Marina Barros divulga sua loja virtual, que dispõe de camisetas exclusivas, pulseiras e acessórios originais. 

Produtos têm propósito de incentivar a aceitação da doença.
Tudo começou durante uma viagem aos Estados Unidos, quando Marina ficou fascinada diante de uma loja de artigos dedicados ao diabetes, em uma galeria que conheceu por lá. E não se tratava apenas de itens alimentícios. Mas sim, coisas comuns em terras brasileiras. 

"Gastei quase todo o meu dinheiro lá. Voltei pensando, por que não criar uma loja assim aqui no Brasil? Liguei a uma amiga que fazia camisetas para aniversários de crianças, contei sobre a ideia e imediatamente colocamos a coisa no ar", explica.
Marina conta que a inspiração para sua coleção de camisetas surgiu de coisas que encontrava pela Internet.

"Eu fico pensando em coisas que eu gostaria de falar para o mundo e transformo em camisetas"

No entanto, algumas frases são pérolas de sua autoria, como um de seus slogans preferidos pelo público que acompanha assiduamente sua página no Facebook: "Somos naturalmente doces".

De coração aberto: informação é essencial
Marina explica que o lado emocional da doença ainda é pouco abordado, até mesmo pelos especialistas, e orgulha-se por levantar essa bandeira. 

"Eu acho que as pessoas vestem as estampas por orgulho da doença ou para demonstrar amor a um diabético. Por exemplo a estampa, 

"Eu amo uma pessoa com diabetes". Acho que a camiseta dá base a uma parte emocional que a gente nem sabe que tem. 

Uma camiseta pode transformar muito a vida de alguém com o diagnóstico, sabe?! Não vejo o porquê de não estampar uma causa legítima no peito", desabafa.
Além dos desafios da própria DT1, familiares e pacientes convivem ainda com a falta de conhecimento e informação, o que muitas vezes acaba criando opiniões desfavoráveis sobre a doença. 

"No Natal vendemos a camiseta, "Eu amo alguém que tem diabetes", para toda a família de uma garotinha recém-diagnosticada. 

Eles passaram toda a ceia com a camiseta e a menina se sentiu super amada e começou a aceitar a doença. 

Isso para mim vale mais do que o dinheiro do lucro", comenta a escritora, emocionada.
Prestes a lançar seu primeiro livro, "Crônicas da Diabética Tipo Ruim" (editora Book Express), Marina Barros conta que 70% da arrecadação sobre a venda dos artigos da sua loja virtual (http://diabeticatiporuim.com.br/index.php/loja/) é revertida em investimento para novos produtos e novos projetos. 
"As pessoas que recebem o produto elogiam, postam fotos e acham maravilhoso. Toda essa energia é o que nos mantém no foco para melhorar e criar coisas novas", acrescenta.
Além das camisetas, a loja virtual comercializa outros acessórios temáticos como capinhas para celular, pulseiras, capas para bomba de insulina, camisetas, canecas, squeezes, relógios. 

"Não existem produtos assim dedicados ao tema no Brasil e eu acho que é por isso que temos essa grande procura. Quando você usa a moda ao seu favor, as pessoas curtem muito mais", reforça a escritora.
"Todo mundo gosta de usar alguma coisa que expresse suas ideias e quer algo mais expressivo do que uma camiseta? Usar a bomba de insulina pode ser chato e sem vida, mas usar com uma capinha colorida, charmosa e especial, já muda todo o cenário", finaliza.
Com a colaboração da jornalista Marcela Fonseca (http://modasemcrise.com.br/).

Foto: Marcela Fonseca.
Sobre o diabetes tipo 1
O diabetes tipo 1 ocorre em cerca de 5 a 10% dos pacientes com a doença. 
Os portadores de diabetes tipo 1 necessitam de injeções diárias de insulina para manterem a glicose no sangue em valores normais, e há risco de morte se as doses de insulina não são dadas diariamente. 

Embora ocorra em qualquer idade, é mais comum ser diagnosticado em crianças, adolescentes ou adultos jovens. 

Estima-se que haja, pelo menos, 400 milhões de pessoas com diabetes em todo o mundo, e no Brasil, são cerca de 12 milhões de portadores, segundo dados do Ministério da Saúde e de sociedades médicas. 

Morrem a cada ano, aproximadamente 5 milhões de pessoas por complicações causadas pela doença.

Sobre Marina Barros


Marina Barros é escritora, fotógrafa e amante da vida. 

Portadora do diabetes tipo1, desde 2013 dedica-se integralmente na orientação adequada, disseminação de informação, engajamento da sociedade e opinião pública, para a realidade de quem sobrevive a batalha diária com a doença. 
Sua página no Facebook (facebook.com/diabeticatiporuim), conta com mais de 8 mil curtidas e um alcance superior a 23 mil pessoas em cada publicação.
O blog (www.diabeticatiporuim.com.br) é um dos mais visitados e influentes sobre o assunto, ajudando milhares de famílias no Brasil e no exterior a enfrentar as dificuldades dessa doença fatal e sem cura.
Sua missão pode ser definida como: "Ajudar o maior número de pessoas que sofrem com o diabetes tipo 1. 

Mostrar a elas como encarar os obstáculos e dificuldades da doença, sem abrir mão da sua liberdade e da vontade de viver tudo aquilo que quiser".

post: Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.