Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

domingo, 24 de novembro de 2013

Falando nisso.

Um guia para cuidar da sua tatuagem
Confira cuidados na hora de se tatuar, como manter os desenhos em dia e quando bater o arrependimento.
Rodrigo Marcanth, 35 anos, é viciado em tatuagens
Lara Ely
lara.ely@zerohora.com.br
Onde dói mais? Em quanto tempo devo retocar? Qual a cor que desbota mais rápido? Se você já se tatuou, pretende se tatuar ou é do tipo que treme só em imaginar o barulhinho da máquina perfurando a sua pele, provavelmente já deparou com uma dessas questões. A seguir, você encontra um guia que responde as principais dúvidas e curiosidades sobre a arte de desenhar a pele.
ORIGENS
Há provas arqueológicas que relacionam a origem da tatuagem aos povos do Egito, entre 4000 e 2000 a.C., e também a nativos da Polinésia, Filipinas, Indonésia, Nova Zelândia, que se tatuavam em rituais ligados à religião. O significado varia de acordo com a cultura desses países.
PERFIL
Apesar dos estúdios serem mais frequentados por jovens entre 25 e 35 anos, de ambos os sexos, hoje não tem mais idade ideal ou perfil. A questão é a escolha da área do corpo. Pessoas cujas profissões restringem o uso da tatuagem preferem áreas mais protegidas, como nuca, costas e pé.
IDADE MÍNIMA
Para que diminua a chance de arrependimentos, há leis municipais em cidades como Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo que proíbem menores de 18 anos de fazer tatuagem, mesmo com autorização dos pais. Nas demais cidades, a idade mínima é 14 anos. Abaixo disso, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) considera lesão corporal. Em Porto Alegre, não é proibido, mas muitos tatuadores ficam receosos de fazer em menor de idade.
ALERGIA
Em alguns casos, quando o corpo rejeita o pigmento, pode haver reações sérias e até provocar inchaços. Além da alergia ou da infecção temporária, o resultado pode ser marcas e cicatrizes indesejadas. O pigmento que mais causa alergia é o vermelho.
ESCOLHA SEGURA
Ao buscar o local, é importante conhecer a higiene do estabelecimento. Fique de olho no uso de agulhas descartáveis, bicos da máquina esterilizados em autoclave e uso de luva e máscara cirúrgica. Também é importante saber se o local tem alvará da vigilância sanitária. Além disso, é bom conhecer o traço do tatuador, que costuma ser especializado em um estilo – os mais comuns são símbolos, desenhos orientais, realismo, tribais e Old School (caveiras e desenhos coloridos feitos pelos piratas antigamente).
COVER-UP
Para arrependimentos, uma alternativa é cobrir com outra tatuagem. É preciso estar ciente que ela sempre ficará maior do que a anterior. Em alguns casos, é recomendado fazer sessões de laser para enfraquecer a pigmentação antes de realizar um novo desenho.
SCARE COVER
Após algumas cirurgias, principalmente de redução de estômago, retirada de tumores cancerígenos e plástica na barriga, os médicos costumam indicar para seus pacientes a realização de tatuagens que disfarcem as cicatrizes (scare cover, em inglês, quer dizer cicatriz coberta). Em casos de mastectomia, por exemplo, quando a retirada de um tumor na mama afeta o mamilo, há tatuadores que reconstituem o desenho do bico do seio. Fique atento: os tatuadores cautelosos pedem indicação médica antes.
TPM
Fazer tatuagem no período pré-menstrual ou “naqueles dias” é totalmente desaconselhável para as mulheres (e para os tatuadores, maridos e namorados). Isso porque o corpo fica mais sensível, inchado e dolorido.
DOENÇAS
Com o uso de material descartável e esterilizado, tornou-se menos comum a transmissão de doenças pela tatuagem (a principal é a hepatite B). Contudo, é importante levar em conta que os vírus podem ficar alojados também na tinta. Atente, portanto, para o condicionamento do pigmento, que deve ser retirado dos recipientes originais e preparado em potinhos.
CICATRIZAÇÃO
É importante se planejar para a cicatrização, que leva de 20 dias a um mês, e varia de acordo com o tamanho do desenho. Algumas regiões, como o punho e o tornozelo, demoram mais. Em casos como queda da “casquinha”, vão-se também partes do pigmento, e pode ser necessário um retoque imediato. Por isso, nada de sol, água quente ou imersão neste período. O importante é manter o local limpo com água e sabão neutro, usar papel-filme (plástico) para evitar contato na região tatuada. O uso de pomadas cicatrizantes também é indicado.
RETOQUE
As tatuagens que mais sofrem com o tempo são as coloridas, pois desbotam com mais facilidade. Traços feitos com pigmento preto e cinza tendem a ser mais resistentes ao sol. Não existe uma recomendação específica de retoque em tempo determinado, pois o desgaste varia de acordo com o cuidado de cada pessoa. Uma tatuagem bem cuidada pode durar 25 anos, por exemplo, enquanto uma que teve exposição excessiva ao sol pode demandar retoques em menos de um ano.
DOAÇÃO DE SANGUE
Após um ano, você pode voltar a ser um doador. Isso porque, se contrair uma doença a partir de uma tatuagem, você só terá confirmação a partir de exames realizados após 12 meses.
PODER, PODE....
Áreas mais delicadas do corpo como mucosas, boca, genitais e olhos, geralmente, são lugares que os tatuadores não gostam de desenhar, porque consideram ruim de trabalhar. Palma da mão e a sola do pé também são desaconselhados, onde a espessura da pele é mais grossa e a tinta não pega com muita facilidade.
PARA REMOVER
A tecnologia mais utilizada é o laser. Quanto mais escura a tatuagem, maiores as chances de remoção. Não é 100% eficaz, e o custo e a dor costumam ser maiores do que os da aplicação. São necessárias várias sessões. Outro recurso utilizado é a dermoabrasão, com lixamento da pele até chegar à derme. Deixa cicatriz e manchas.
HISTÓRICO DAS MÁQUINAS
>> Do tipo caseira, feita a partir de um depilador e uma caneta – anos 80
>> Feita de bobina, customizada para uso profissional – anos 2000
>> De bobina, criada pelo curso de Engenharia de Oxford como trabalho de conclusão – anos 80XX Sistema rotativo híbrido – 2012
>> Sistema rotativo de alta tecnologia – 2012
A PRIMEIRA VEZ...

de Paula Wollmann, 20 anos, estudante de Direito, escolheu uma pena colorida para tatuar no ombro direito.
Por que fazer tatuagem? Sempre quis, acho um charme.
Por que agora? Achei um desenho que gostei e fui estimulada pela minha mãe, que tem cinco tatuagens.
Por que escolheu uma pena? Gosto da leveza que passa.

Marcelo Ferla
fonte: Zero Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.