Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sábado, 29 de junho de 2013

Brasil desconhecido.




Notícias curtas desta sexta-feira (28)
* Plebiscito
O Espaço Vital sugere que o TSE formule a seguinte pergunta aos eleitores brasileiros:
"Você é a favor ou contra saúde, transporte, educação e segurança no padrão Fifa de qualidade?"
* O gigante vai adormecer?
A sensação entre os políticos é a de que a crista da onda das manifestações já passou, mas ainda não dá para dizer que o gigante adormeceu novamente. Um juiz eleitoral de Porto Alegre avaliou, para o Espaço Vital, que esse clima de mobilização continuará com altos e baixos até a eleição de 2014.
Se a previsão se confirmar, será pior para quem está no poder. Não por acaso, já tem muita gente agindo no sentido de tentar preservar espaços. Mas essa é outra história.
A revista eletrônica ´Inside World Football´, com sede na Suíça, diz que a Uefa - a liga de futebol da Europa - está usando os protestos no Brasil para pressionar a Fifa. A Uefa acha que os brasileiros estão provando à Fifa que o modelo de negócio da Copa do Mundo está fadado ao fracasso.
Diz também que, lá, o peso econômico que cai sobre o país organizador será insustentável daqui para a frente. Por isso, a já anunciada decisão da Uefa de fazer a Eurocopa de 2020 em 13 cidades diferentes pode ser aplicada em outras edições. Como se sabe, o campeonato completa 60 anos em 2020.
* Alô, alô!...celulares inoperantes
Jornalistas que cobriram os recentes protestos em Brasília descobriram que os celulares com 3G não tinham acesso à Internet no alto do prédio do Ministério das Comunicações!...
É aquela história: ´oi, é claro que estou vivo de saber que a telefonia celular brasileira não tem tim-tim nenhum para comemorar´....
* As contas do presidente do Senado (com a Justiça...)
Renan Calheiros assumiu a presidência do Senado em fevereiro deste ano sob fortes protestos da população.
Pouco antes de ele ser eleito - por voto secreto - no plenário do Senado, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, apresentou denúncia ao STF contra o senador pelos crimes de peculato (notas frias para comprovar despesas da verba de representação do gabinete), falsidade ideológica e uso de documento falso.
Mas o relator do processo na Corte, ministro Ricardo Lewandowski, ainda não proferiu a decisão inicial.
Em 2007, Renan Calheiros renunciou à presidência do Senado para escapar de um processo de cassação. Ele foi acusado de pagar despesas pessoais, entre elas a pensão para sua amante, com dinheiro de uma empreiteira.
No início deste ano, poucos dias antes de Renan voltar à presidência do Senado, um movimento popular com mais de 1,6 milhão de assinaturas coletadas na Internet pediu seu impeachment.
* Os cálculos de Dirceu
O ex-ministro José Dirceu, condenado a dez anos e dez meses por chefiar o esquema do mensalão, defendeu - em artigo publicado em seu blog na Internet - a PEC 37, que proibiria o Ministério Público de comandar investigações criminais.
Mesmo com a rejeição da proposta na Câmara, após intensa pressão de manifestantes por todo o país, Dirceu disse que é necessário continuar a debater a regulamentação da atuação do Ministério Público.
E tenta explicar que "a mídia impôs uma narrativa que levou a Câmara corretamente a arquivar a PEC, já que sua votação e provável aprovação nas condições atuais seriam entendidas como uma medida favorável à impunidade e à corrupção".

fonte: Espaço Vital
post: Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.