Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Apoio essa luta!

Sutiã usa sensores para detectar câncer de mama.
Diagnósticos alcançam 90% de precisão, 20% a mais que métodos tradicionais.
O First Warning Systems é um sutiã esportivo e ‘inteligente’ que está em desenvolvimento para detectar anomalias nos seios, como o câncer de mama.
Dezesseis sensores coloridos e codificados são presos para monitorar a temperatura dos tecidos. Os resultados, então, são divulgados por meio do cruzamento de dados.
O  protótipo foi testado em 650 mulheres e obteve diagnósticos com 90% de precisão. Tratamentos convencionais, como a mamografia, garantem 70% de acerto, segundo o Huffington Post.
"O sistema é capaz não só de identificar anomalias em seus estágios iniciais, mas também a localização geral de anormalidades examinadas em três dimensões", informou a empresa de biotecnologia Lifeline, responsável pela ideia.
Para entrar no mercado, o First Warning Systems depende da aprovação de agências reguladoras. O uso sutiã, destinado a consultórios médicos, está previsto para 2013, inicialmente na Europa.
O câncer de mama é o que mais afeta as mulheres. A cada ano, 1 milhão é detectado com a doença no mundo inteiro, do qual 400 mil morrem.


Marcelo Ferla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião.