Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Isso é história!


Isso é história! Revista elege as 40 fotos mais influentes de todos os tempos.
João Vieira

Neil Armstrong/Nasa
Neil Armstrong na Lua em 1969.
Desde 1826, a fotografia é a principal maneira de se entender a história da humanidade de uma forma prática. 
De lá pra cá, a evolução das câmeras e dos recursos para se registrar um momento tornaram ainda mais visuais os instantes vividos pelas pessoas, que hoje conseguem tirar uma foto delas mesmas com seus celulares e muito rapidamente.
Pensando nisso, a revista TIME reuniu os 100 cliques mais marcantes da humanidade, desde a primeira tirada, por Joseph Nicéphore Niépce em 1826, até a selfie no palco do Oscar em 2014. 
Como 100 é muita coisa, nós separamos as 40 mais, que estão na galeria abaixo. 
Vem ver! 
Mas atenção! 
Algumas imagens retratam períodos de guerra e são um pouco fortes.


A guerra do Vietnã, em 1972. Créditos: Nick Ut
Vietnamita atira fogo no próprio corpo em protesto (1963). Créditos: Malcolm Browne
Criança faminta observada por urubu durante a era do Apartheid na África do Sul (1993). Créditos: Kevin Carter
Garoto sírio aparece morto na praia após navio de refugiados naufragar na Grécia (2015). Créditos: Nilufer Demir
11 pedreiros almoçam durante a construção do Rockefeller Center (1932)
O nome do fotógrafo é historicamente um mistério,
Homem se joga do World Trade Center durante atentados de 11/09
Créditos: Richard Drew.
Bola de fumaça durante ataques em Nagasaki (1945)
Na Segunda Guerra Mundial
Créditos: Lieutenant Charles Levy.
Criança chora durante ataques em Xangai (1937)
Foto apelidada de "Bloody Saturday"
Créditos: H.s. Wong.
O Homem na Lua (1969)
Créditos: Neil Armstrong/Nasa.
Escada desaba durante incêndio em Boston (1975)
Créditos: Stanley Forman
Salvador Dali (1948)
Créditos: Philippe Halsman.
Planeta Terra iluminado pelo Sol (1968)
Créditos: William Anders/Nasa.
Crise de fome na antiga República da Biafra (1969)
Créditos: Don McCullin.
Garoto judeu se rende durante operação nazista na Polônia (1943)
Créditos: Reprodução.
Homem beija mulher no V-J Day (1945)
Parada celebrou vitória dos EUA sobre o Japão na Segunda Guerra
Créditos: Alfred Eisenstaedt.
Mãe imigrante sozinha com os dois filhos na Grande Depressão dos Estados Unidos (1936)
Créditos: Dorothea Lange.
O Desastre de Hindenburg
Créditos: Sam Shere.
Ernesto Che Guevara (1960)
Créditos: Alberto Korda
Primeira foto tirada com celular (1997)
Créditos: Philippe Kahn.
A foto de um feto da revista LIFE (1965)
Créditos: Lennart Nilsson.
Violência doméstica (1982)
Créditos: Donna Ferrato.
O homem que enfrentou uma fila de tanques de guerra
Créditos: Jeff Widener.
A guerra de travesseiros dos Beatles
Créditos: Harry Benson.
A primeira foto de Paul Strand
Créditos: Paul Strand.
A era industrial (1908)
Créditos: Lewis Hine.
Dovima e os elefantes (1955)
Créditos: Richard Avedon.
Violência em Soweto (1976)
Créditos: Sam Nzima.
post: Marcelo Ferla
fonte: http://virgula.uol.com.br/geek

Continue Lendo... ►

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Cicatrizes se tornam partes importantes de tatuagens lindas.


Cicatrizes se tornam partes importantes de tatuagens lindas.
Por Redação Virgula

As tatuagens são uma incrível possibilidade de colorir a pele ou mesmo esconder cicatrizes. 
Mas, por outro lado, ela pode também se unir a estas marcas do corpo e contar uma história.
Diversas pessoas têm assumido as cicatrizes e criado desenhos incríveis em que elas são protagonistas ou partes muitos importantes.
Confira algumas na galeria abaixo:




















post: Marcelo Ferla
Continue Lendo... ►

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Grupo de extrema-direita exalta Trump com saudação que lembra a do nazismo.


Grupo de extrema-direita exalta Trump com saudação que lembra a do nazismo.
Ativistas de extrema-direita americanos aparecem em um vídeo exaltando o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, com saudações que lembram com as do nazismo.
Isso aconteceu em uma conferência em Washington, organizada pelos alt-right (abreviação de "alternative right", "direita alternativa", em português), um grupo radical que cresceu muito no último ano e é acusado de ser racista, xenófobo e antissemita.
Embora o republicano tenha procurado se distanciar e evitado endossar falas da extrema-direita, pessoas com esse tipo de visão política se sentiram encorajadas com o resultado do pleito por ver em Trump um defensor de bandeiras nacionalistas.
No vídeo filmado pela revista The Atlantic, membros desse grupo aparecem com o braço estendido gritando “Viva Trump, viva o nosso povo, viva a vitória”.
“Estamos sendo substituídos e forçados a nos transformar em minorias em nossos próprios países”, afirmou Richard Spencer, do National Policy Institute, discursando na conferência.
“A América foi um país branco até a última geração, criado para nós mesmos e para nossos descendentes.
Ela é nossa criação, é a nossa herança e pertence a nós”.


Em entrevistas formais, os participantes apresentaram discursos mais comedidos.
Eu sempre achei que um Estado homogêneo é um Estado mais feliz”, disse à BBC um deles.

post: Marcelo Ferla

Continue Lendo... ►

Novo filme de Scorsese, "Silence" tem trailer divulgado.


Novo filme de Scorsese, "Silence" tem trailer divulgado.
Estreia está prevista para dezembro nos EUA e janeiro nos demais países.


O primeiro trailer de Silence, novo filme de Martin Scorsese, foi lançado nesta quarta-feira. 
A estreia mundial do longa está prevista para janeiro, mas, nos Estados Unidos, será lançado ainda em 23 de dezembro – a tempo de concorrer ao Oscar 2017.
Baseada no romance do escritor japonês Shusaku Endo (1923-1996), a trama se passa no século XVI e trata de missionários portugueses que viajam ao Japão para apoiar convertidos ao cristianismo e impedir que senhores feudais torturem padres. 
Andrew Garfield vive o padre Rodrigues, jesuíta em busca do seu mentor (Liam Neeson), que teria abandonado a igreja.


Curta o trailer: 


post: Marcelo Ferla

Continue Lendo... ►