Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

sábado, 30 de maio de 2015

Lugares.


“Estradas difíceis sempre levam à lugares bonitos.”
J.R.Spinella






























post: Marcelo Ferla

Continue Lendo... ►

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Opinião do Blogueiro.



Repasso o vídeo que a minha querida amiga Mary postou no face e, aproveitando, provoco vocês a uma reflexão.

1° - Assista ao vídeo.
2° - Depois remeta essa situação para o Brasil, como se ela ocorresse aqui, na sua cidade.
3° - Por fim reflita e me diga:

Você é realmente é a favor da diminuição da menoridade penal?
O direito é uma ciência de hermenêutica subjetiva, portanto, mutável, cada caso deve ser analisado de forma isolada e imparcial, a princípio.
Mesmo assim, acho que não podemos condenar com o bem maior defendido por nossa própria Carta Magma, a vida, um ser hoje considerado por lei, menor de idade, sim, porque a vida de um apenado, ao se tornar um, acaba aqui no Brasil a partir do momento em que ele adentra um presídio. Não há volta, salvo raríssimos casos, exceções da exceção.
Os ainda menores de idade que não têm acesso à educação, perspectivas, sonhos, expectativas, objetivos, projetos, alimentação, dignidade, família, que não têm como se defender de péssimas influências, pesados traumas, aquele que presenciou atos de violência extrema, corpos sem vida, mutilados, baleados, esfaqueados, degolados, queimados, aqueles que sofrem violências sexuais domésticas, coisas estas que ocorrem antes de tudo, antes da revolta, da falta de expectativa, da descrença, do desengano, ou seja, os ainda menores de idade que serão os novos maiores de idade presos, saibam, sofreram, e muito, antes e sofrerão mais ainda depois do que cometeram ou você já visitou uma Casa de recuperação da FASE ou um presídio para dizer o contrário? Pela televisão, filmes? Confortável demais.
Nós, privilegiados, que também podemos passar por isto, mas que na maioria dos casos, e que bom, sequer sabemos como são todas estas coisas, por termos tido uma boa educação, boas influências, acesso a cultura, lazer e educação, não temos condições de avaliar, por não nos interessar, o que sentem e como são influenciados nas suas vidas estes ainda menores que sofreram e foram atingidos por algo desumano e que não desejaram e sequer colaboraram para que ocorressem, mas que sim, levaram eles a cometerem a maioria dos atos que cometeram e ainda cometem, muitas vezes como se fosse um espelho do que viram e sentiram.
Ademais, não esqueça que quem decidirá essa bobagem que sequer deveria ser discutida, a diminuição da menoridade penal é o Legislativo, Deputados Federais e Senadores, com futura sanção da Presidente ou não e não nós.
Mas não se sintam aliviados por ter que meter o dedo na ferida.
Nunca esqueçam que se, por medo, receio, diminuição de popularidade, poder adquirido ou qualquer outro motivo por eles encontrado essa responsabilidade poderá e será passada a nós, todos nós, tudo por meio de um simples plebiscito ou qualquer forma que demonstre nossa opinião e conforme o resultado se decidirá a partir desta se somos os julgadores ou não.
Através do sim, creio que o resultado será este, eis que leio todos isto todos os dias, eles, os governantes estarão isentos de culpa caso nada disto dê certo e lavarão suas mãos como um Pilatos de gravata. 

Nós, mais uma vez que nos viremos, nós que assim quisemos.
Mais que isto. A mola propulsora.
Caso os menores infratores sejam um empecilho, e o são, assim como os apenados e criminosos maiores de idade, decidiremos de uma forma ou outra pelo sim, o que já sei que ocorrerá como disse e lamento demais por isto.
Por fim, pense no seguinte: por ser o direito uma ciência de hermenêutica subjetiva, seus julgadores podem errar, correto?
E se, errarem de forma desfavorável contra um de seus filhos, os condenando por algo que não fizeram? Não pode ocorrer? Se sentindo ofendido?
Sintam-se ofendidos e com vergonha por sua ignorância total sobre o assunto ao ponto de pensar que certas coisas, as ruins claro, só batem a porta dos demais e não a nossa.
Digo-lhes, podem bater e tudo ocorrer de forma equivocada, o que levando julgadores a mais equívocos que aqui no caso significam ter seu filho (de forma totalmente injusta) em um presídio. 

Nosso mundo está um caos pelo simples fato de nós todos sermos o caos.

Nem todos que estão lá estão porque cometeram delitos. 

Muitos são os erros, os equívocos, muitos estão muito além do tempo que deveriam estar elá ficarão, eles não nos servem, ou servem a partir do momento em que são um de nós e só assim?
Tudo isto pode ocorrer com você ai, ainda menor e a vocês também, pais de ainda menores.
Muita coisa está errada, não pioremos as coisas.     

Marcelo Ferla

Continue Lendo... ►

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Sexy Girl's.


Conheça as Sexy Girl’s, as garotas que arrasam em qualquer lugar e situação com sua beleza e sensualidade.
Elas são provocantes, charmosas, muito ousadas e muito atrevidas sem a necessidade de ser vulgares, mostrando todo o erotismo e feminilidade da mulher.

Curta ai!





















































post: Marcelo Ferla

Continue Lendo... ►