Seja bem vindo ao Blog do Marcelo Ferla

Informativo

Sempre gosto de lembrar aos leitores que este blog tem como intenção trazer à tona a informação, o conhecimento e o debate democrático sobre os assuntos mais variados do nosso cotidiano, fazendo com que todos se sintam atualizados.

Na medida em que você vai se identificando com os assuntos, opine a respeito, se manifeste, não tenha medo de errar, pois a sua opinião é de suma importância para o funcionamento e a real função deste espaço, qual seja, a de levar a todos o pensamento e a reflexão.

O diálogo sobre o que é escrito aqui e sobre o que vem acontecendo ao nosso redor é muito mais valioso e poderoso do que podemos imaginar.

Portanto, sinta-se em casa, leia, informe-se e opine. Estou aqui para opinar, dialogar, debater, pensar, refletir e aprender. Faça o mesmo.

Pesquisa

Custom Search

Calendário

quinta-feira, 31 de março de 2011

Falando Nisso!!!





Adriano realmente merece o título de "Imperador".

Mas a história romana e os registros nessa área,  fazem com que  Adriano, apesar de ter tido um xará como Imperador Romano (Imperador Adriano - imperou de 117 a 138) seria mais  semelhante e comparado ao Imperador Cômodo que imperou de 177 a 192.

Digo isto, por que Cômodo tinha o hábito de descer até a arena de batalha em espetáculos públicos e lutar contra gladiadores da época. 

O que o povo romano não sabia, era que idolatravam um falso vencedor, pois os adversários de Cômodo, por ser este Imperador, o deixavam ganhar as batalhas e, depois disto feito, recebiam, na maior parte das vezes, a liberdade pela gentileza concedida.

A semelhança entre ambos é que mesmo com todos os problemas que Adriano, o jogador, possui, e que somente não se vê por que os interessados fazem vistas grossas.

Fazem estes, os clubes pelos quais este passa, um burburim digno da receptividade pelo time e sua torcida de um craque, coisa que Adriano não é mais a muito tempo.

O mesmo pode se dizer em relação a sua receptividade, sendo  este considerado e recebido como se um vencedor fosse,  ou seja, algo falso, ilusório, pois não vem este sendo exemplo de vitórias em nada.

O que se está fazendo é um novo teatro para que Adriano tenha uma  enésima nova chance, para fazer o que não vem conseguindo sustentar.

Desta forma, a exemplo do Imperador  Cômodo, tudo, até agora, é falso e teatral, pois pode ser que Adriano não corresponda a nada do que se espera.

Reinterando, a semelhança entre o Imperador Romano Cômodo e o Imperador do futebol Adriano pode ser a ilusão criada aos torcedores do Brasil e que um dia foi utilizado pelo Imperador Romano, só que desta vez, são os torcedores que passam a pensar algo que parece mais não é.

Mesmo assim, espero que Adriano cale a minha boca e jogue tudo que já jogou, sinceramente.

Marcelo Ferla
Continue Lendo... ►

sexta-feira, 25 de março de 2011

Luto






Um amigo de verdade

 

Sexta, 25 de março de 2011 às 09:29


Hoje o dia amanheceu muito mais cinzento,  muito mais feio e, principalmente, muito mais triste.


A manhã de hoje amanheceu feia mesmo. 

No início, achei que seria mais uma sexta-feira daquelas, duras de aturar, não por ser sexta-feira, um dia emblemático por marcar o início do descanso de muitos, até por que se não fosse sexta, poderia ser qualquer outro dia da semana no lugar da sexta significando isso, mas pelo fato do dia estar chato mesmo, enfim.

Eis que aproximadamente, as 09:00, fui acordado por minha mãe, repentinamente, mal sabendo que as coisas ficariam muito pior .

Me fora dada, por intermédio dela a trágica e péssima notícia de que um grande amigo, um irmão, adoraria que ele fosse meu irmão, um grande brasileiro e não somente isto, mas como diz a canção da banda gaúcha Chacorro Grande um "Bom Brasileiro", havia se ido. 

José Danilo Machado, havia nos deixado, a todos.

Em se falando de prejuízo e em perda não podemos medir  nem falar a respeito, pois estas são imensurável neste caso. Perdemos muito, demais.

Ficamos sem risadas, sem o canto e o assobio avisando que ele estava chegando a meu esscritório, trazendo sua infinita alegria. 

Ficamos sem boas piadas, sem seu ânimo infalível, sem suas boas conversas.

Danilo sempre tinha ótimos assuntos e contos da vida cotidiana, bons demais, engraçados por demais.

Ficamos ainda, sem o deboche, sempre sadio, sem sua curiosidade interminável, sem uma malícia, também saudável, sem suas danças engraçadas,  pois era um adorador dos bailes e dançava muito bem, sem debates ótimos sobre futebol, sem escalações decoradas de times antigos de futebol (sabia todas), sem fofocas, igualmente sadias e sem suas perguntas de cunho jurídico, igualmente muito engraçadas.

Danilo era uma figura engraçada, daquelas emblemáticas, que enchiam um ambiente vzio e muitas vezes chato, tomado pelo silêncio. As coisas ficavam vivas, alegres e engraçadas.

Enfim, a partir de hoje o mundo não será mais o mesmo,  eis que perdemos um homem desse quilate, pois assim, era o meu amigo, irmão, Danilo, que nos deixou, o "Dondo", como carinhosamente era chamado por seus familiares.

Mas há o céu. Ah o céu, este está em vantagem e festa em relação a nós que ficamos, como é de costume por lá quando chegam pessoas assim, como Danilo, pois recebe, mesmo que por um tempo somente, boas pessoas e, em sendo assim, estará este mais especial ainda a partir de agora, pois contará, a partir de hoje,  com Dondo, um cara simples, que tornará o local muito mais alegre, divertido,  preenchido, pois ele divertirá e animará a todos que lá estão, lá em cima onde está agora, com Deus, provavelmente fazendo este rir muito com suas piadas e contos engraçados de nossas vidas mundanas.

Danilo, tu farás muita falta a tua família e a teus amigos, dos quais me incluo com orgulho e respeito. Pessoas de bom coração como tu eras, não se encontram mais hoje, pessoas como tu,  fáceis de lidar, sempre prestativas, sempre educadas, sempre animadas, sempre divertidas, sempre de bom humor, SEMPRE, são raras por demais hoje, quase não existem mais. 

O céu, mesmo que por um tempo, fica em vantagem novamente. 

Ganhou um colorado que como gremista que eu sou, o admirava, pois jamais, EU DISSE JAMAIS, levantou a voz em um debate de futebol comigo em defesa de seu time, sempre falava com calma, sereno, tranqüilo. Um excelente debatedor, portanto.

Há uma música, que talvez somente os jovens conheçam, pois é de autoria de uma banda que gosto muito e que é atual, mas que de uma forma surpreeendente, resume o que foi este cara, um "grande" em tudo. Aí vai ela:


Bom Brasileiro - Cachorro Grande

Ele era um bom brasileiro
Não pensava só em dinheiro
Conhecia o bairro inteiro
Fazia charme pra usar o isqueiro

A arte de amar
A cachaça no bar
E a cabeça cansada de pensar

As partidas de futebol
Iluminadas pelo pôr do sol
E o amigo lá do morro
Pra quem pode pedir socorro?

A arte de amar
A cachaça no bar
E a cabeça cansada de pensar.


Fique bem amigo, pois nós já sentimos sua falta aqui. Bjus eternos a ti e divirta todos por aí.

Do amigo, Marcelo Ferla.
Continue Lendo... ►

terça-feira, 22 de março de 2011

Opinião do Blogueiro



Não sou um homem que defende a violência em resposta a violência, acho que o caminho não é por aí. 

O fato de você estar sofrendo ou ter sofrido qualquer tipo violência, seja ela de natureza psicológica ou física ou ainda, presenciar e passar pelo sofrimento da perda de um ente querido em decorrência do ato violência, não justifica, aos olhos da lei, que você, vítima ou parente de vítima, faça justiça com as próprias mãos, mesmo que esta seja a reação que todos temos, sem excessões.

É claro que a reação das pessoas e, talvez até a minha reação, seria de total revolta, a ponto de querer fazer o mesmo que foi feito comigo ou com alguém muito próximo de mim, tamanha a ignorância, violência e falta de motivos que um ser humano tem para agir da forma bárbara contra um dos seus, como costuma agir o agressor, levando muitas vezes a vítima a morte, o pior dos resultados.

Mas há uma excessão e, esta excessão, somente pode ser, na maior parte das vezes, comprendida por aqueles que sofrem a violência, principalmente quando esta perdura contra a vítima por muito tempo o que só agrava mais e mais a situação.

Assim como defendo que violência, preferencialmente, não se resolve com mais violência, defendo também que tudo, absolutamente tudo, para o ser humano tem um índice bem definido de tolerância. Por mais resistente e condicionado que este seja para tolerar algo, haverá um momento em que o ser humano pedirá arrego. 

Essa solicitação de encerramento, de parar, cessar com algo, ocorre sempre quando se atinge o limite máximo de tolerância de  uma determinada pessoa, e o interessante é que este varia, somos todos seres diferentes e, portanto com índices de tolerância diferentes.  

Quando isso ocorre é o sinal de que ela chegou até onde poderia chegar, agüentou tudo que podia ou até mais, muitas vezes em silêncio, com omissão, passividade, impotência, justamente pelo fato de ser vítima, ou seja, a princípio não possuí ela um perfil ruim a  ponto de agir como o seu agressor.

E é por isto, que a exemplo dos depoimentos que vocês verão agora, que estou do lado do magnifico Casey Heynes, o menino que desde a segunda série do primário sofria com o bulling na escola, até que um dia a coisa toda chegou ao seu limite pessoal de tolerância e Casey deu sua resposta.




Ao ver a entrevista confesso que não consegui assimilar as informações e o ocorrido com Casey de outra forma que não aquela que foi escolhida por Casey.  Acho que ele agiu corretamente.

Volto a reinterar que não sou a favor da violência, não sou a favor da proliferação de vídeos advindos  de celulares de adolescentes, onde aparecem estes mesmos se degladeiam aos tapas, chutes e puxões de cabelos, numa verdadeira rodinha ao melhor estilo de  "Clube da Luta".

Devo dizer ainda que não sou a favor disto, pois o final  da coisa toda pode ser ainda mais trágico, através da morte de uma das partes, por disparo de arma ou através de um revide futuro mais violento que o primeiro, uma vingança.

A linha de análise de ser correta ou não a atitude de Casey é muito tênue. Há quem seja contra e há quem seja a favor, principalmente pelo fato de ele ter sofrido por tanto tempo as humilhações que sofreu.

De minha parte, neste caso específico e somente neste, acho que Casey foi até onde conseguiu e simplesmente resolveu por um fim ao seu sofrimento, o que não faz, nem fará dele, um ser violento e estúpido como o seu agressor que  desta vez se deu mal.


Marcelo Ferla
Continue Lendo... ►

Frases






Hoje trago a vocês algumas frases do homem que venceu a II Guera Mundial. 

A maior lição da vida é a de que, às vezes, até os tolos têm razão.

A desvantagem do capitalismo é a desigual distribuição das riquezas; a vantagem do socialismo é a igual distribuição das misérias.

Os homens tropeçam por vezes na verdade, mas a maior parte torna a levantar-se e continua depressa o seu caminho, como se nada tivesse acontecido.

Sir Winston Churchill
Continue Lendo... ►

quinta-feira, 17 de março de 2011

Comunicado



Este foi um email que recebi da leitora Letícia. Ela me solicitou que dividisse essas informações com os demais leitores.

Antes de mais nada, gostaria de deixar bem claro que NÃO COMPARTILHO com a REAÇÃO da vítima em caso de ocorrência  de um crime.

Conselhos de uma DELEGADA

Mande para as mulheres para que se cuidem e para os homens, para que repassem as suas mulheres, namoradas, irmãs, amigas, etc...

Conselhos dirigidos às mulheres, mas válidos aos homens também!

Atenção nunca é demais!

Devemos estar sempre atentas!

A mulher que elaborou o conteúdo deste e-mail é Diretora de uma Empresa de Segurança no RJ e foi aconselhada por uma delegada após registrar um Boletim de Ocorrência.
   
   
1. Seqüestro Relâmpago: Se um dia você for jogada dentro do porta-malas de um carro.

ENGULA O PÂNICO E RESPIRE FUNDO, CALMA E FRIEZA:

1) Chute os faróis traseiros até que eles saiam para fora, estique seu braço pelos buracos.

2) GESTICULE feito doida. O motorista não verá você, mas todo mundo verá. Isto já salvou muitas vidas.
   
2. Os três motivos pelos quais as mulheres são alvos fáceis para atos de violência são:

1) Falta de atenção: Você TEM que estar consciente de onde você está e do que está acontecendo em volta de você.

2) Linguagem do corpo: Mantenha sua cabeça erguida, e permaneça em posição ereta, jamais tenha uma postura "frágil".

3) Lugar errado, hora errada: NÃO ande sozinha em ruas estreitas, nem dirija em bairros mal-afamados à noite.
   
3) NUNCA FAÇA ISSO!

1) NÃO FAÇA ISSO! As mulheres têm a tendência de entrar em seus carros depois de fazerem compras, refeições, e sentarem-se no carro (fazendo anotações em seus talões de cheques, ou escrevendo em alguma lista, ou ainda conferindo o ticket de compra).

2) O bandido SEMPRE estará observando você: Essa é a oportunidade perfeita para ele entrar pelo lado do passageiro, colocar uma arma na sua cabeça, e dizer a você onde ir.

3) No momento em que você entrar em seu carro:trave as portas e vá embora, não fique ajeitando o cabelo, ou passando batom...
   
4) Algumas dicas acerca de entrar em seu carro num estacionamento ou numa garagem de estacionamento:

1) Esteja consciente: olhe ao redor, olhe dentro de seu carro, olhe no chão dianteiro e traseiro de seu carro, olhe no chão do lado do passageiro e no banco de trás.

2) Se ao lado da porta do motorista do seu carro, estiver estacionada uma Van Grande: entre em seu carro pela porta do passageiro.

IMPORTANTE: A maioria dos assassinos que matam em seqüência atacam suas vítimas empurrando-as ou puxando-as para dentro de suas Vans, na hora em que as mulheres estão tentando entrar em seus carros.
   
5) NUNCA deixe para procurar as chaves do seu carro, quando estiver parada em frente a porta dele.

1) Dirija-se ao veículo com a chave em punho, pronta para abrir a porta e dar a partida. Observe os carros ao lado do seu.

2) Se uma pessoa do sexo masculino estiver sentado sozinho no assento do carona do carro dele que FICA mais próximo do seu carro, você fará bem em voltar para o shopping, ou para o local de trabalho, e pedir a um segurança ou policial para acompanhar você até seu carro.
   
6) É SEMPRE MELHOR ESTAR A SALVO DO QUE ESTAR ARREPENDIDO, não tenha vergonha de pedir ajuda.

Use SEMPRE o elevador ao invés das escadas. (Escadarias são lugares horríveis para se estar só, são lugares perfeitos para um crime).
   
7) PARE COM ISSO!

As mulheres, estão sempre procurando ser prestativas. Não use o celular a toa.

1) Essa característica poderá resultar em que você seja assassinada!

Um assassino seqüencial, homem de boa aparência, com boa formação acadêmica, declarou em seu depoimento que SEMPRE explorava a simpatia e o espírito condescendente das mulheres. Ele andava com uma bengala ou mancava, e conseqüentemente pedia 'ajuda', para entrar ou sair de seu carro, e era nesse momento que ele raptava sua próxima vítima.

2) Durante o dia, ande de óculos escuros: O agressor nunca saberá para onde você esta olhando.

3) Celular: só em lugar seguro.  


Continue Lendo... ►

terça-feira, 15 de março de 2011

Ídolos do Esporte


Retomando a categoria Ídolos do Esporte, o rei da área, Romário.







Marcelo Ferla
Continue Lendo... ►

Frases






"Se as pessoas só falassem quando tivessem algo a dizer, os seres humanos perderiam rapidamente o uso da linguagem."

(William Somerset Maugham)
Continue Lendo... ►

domingo, 13 de março de 2011

Imagens



Com todos os parceirinhos daqui sabem, sou um cara doido por animais, ainda mais os nossos companheiros de quatro patas, os cães. Em sendo dessa forma, aí vão umas imagens lindas destes animais incríveis.

P.S - A minha preferida, claro, é a do filhote de Labrador, igualzinho a minha Pitty quando era pequenina.











Esses carinhas são realmente demais.

Marcelo Ferla
Continue Lendo... ►

Imagem



A pergunta que fica é a seguinte: O que as crianças tem haver com as loucuras dos adultos?




Marcelo Ferla
Fonte: Folha.com
Continue Lendo... ►

Diversão



Finalmente entramos no seleto grupo de paises produtores de veículos de comunicação de última geração! Utilizando materiais totalmente recicláveis, não poluentes, etc,etc,etc….! Depois do I-pod, Iphone e I-pad… eis no Brasil, o I-pin.






MarceloFerla

Fonte: Pretinho Básico
Continue Lendo... ►

Imagens



Você sabe qual uma das grandes diferenças entre os homens e as mulheres?

Eles definitivamente não pensam da mesma forma.






Marcelo Ferla

Fonte: Pretinho Básico
Continue Lendo... ►

Imagens



Estou de luto por todas as vidas que infelizmente se foram, foram estas perdidas na tragédia recente do Japão.

Mas ao mesmo tempo, sei que este povo é sábio e esforçado por demais, são características dos japoneses e, acreditando nisto tudo,  sei que o povo não trará os seus entes queridos, mas, sabendo também que os japoneses não medem esforços em suas empreitadas, conseguirão estes se reerguer de tudo isto. Força a todos.




Marcelo Ferla
Continue Lendo... ►

Imagens



A mais pura realidade.



Marcelo Ferla

Fonte: Site Pretinho Básico
Continue Lendo... ►

2012








Eu que sou um aficionado dos documentários de história e da vida animal venho observado a evolução tecnológica implantada pelos pesquisadores para que assim, possam analisar e estudar de forma eficaz a nossa biodiversidade.

A cada dia, os pesquisadores, com muito afinco, descobrem novas espécies e, ao mesmo tempo, de forma paradoxal, lutam com todas as armas possíveis a favor da preservação de espécies que se encontram em vias de extinção. A luta não é nada justa, mas a cada vez que me sento à frente de minha televisão, com minha cadela Pitty aos meus pés, fico impressionado com a dedicação destes estudiosos da vida animal e vegetal que lutam a favor de coisas que, na maior parte das vezes, sequer damos bola.

Porém, existe outro assunto que vem sendo muito debatido e que é foco de uma série de documentários. O fim do mundo em 2012.

Muitas são as teorias que defendem a possibilidade de que isto venha a acontecer e outras tantas que defendem que isto vai acontecer com certeza e rigor de um relógio suíço.

Com os acontecimentos dos últimos tempos que estamos presenciando, como o terremoto no Japão, as enchentes em todos os recantos do país e do mundo, o retorno da atividade do vulcão Kilauea, terremotos no Haiti e no Chile, o derretimento das calotas polares, os incêndios desenfreados em matas do mundo todo, no mínimo nos fazem pensar se isto realmente virá a acontecer.

O assunto por si só é polêmico, e mais, assusta muita gente. O que não tenho dúvida alguma é que neste ano e no ano que vem (2012), muitos serão os malucos que inventarão teorias de salvação, com direito a ida ao paraíso, ser salvo por Deus, seja ele qual for, ficar longe do inferno, gerando assim, estes ditos líderes e sábios, um genocídio em massa.

Os mais fracos e, talvez, os menos favorecidos intelectualmente e espiritualmente, cederão às tentações do orador que com destreza, convencerá dezenas ou centenas a caminhar em direção a morte. Já os espiritualmente corretos, diga-se de passagem, e os mais “esclarecido” nada temerão, estarão seguros, convictos em relação ao que virá, independentemente disto ser bom ou ruim.

A questão final é, você acredita realmente que estamos chegando ao fim de nossa existência ou você prefere esperar para ver o que vai acontecer?

Eu confesso a vocês que, caso a coisa fique feia, reunirei os meus, para que possamos, caso seja isto mesmo, morrermos todos juntos e unidos esperando o fim. Se ficarmos esperando e tudo não passar de uma tremenda paranóia coletiva, nos levantaremos, tomaremos um belo café da manhã em família e voltaremos as nossas rotinas, lamentando claro, aqueles que se foram e não tiveram a paciência e coragem de esperar.

Marcelo Ferla    
    
Continue Lendo... ►

segunda-feira, 7 de março de 2011

Frases





"Não há assuntos chatos, apenas escritores chatos".
(H. L. Mencken)
Continue Lendo... ►

sexta-feira, 4 de março de 2011

Falando Nisso!! - II







O Cara de Tartaruga aí em cima é Cândido Vaccarezza, acredite você ou não, líder do governo na Câmara dos Deputados.

O Cara de Tartaruga, além desta cara de tacho  que Deus lhe deu, é um bêbado, não, um alcoólatra, não, melhor, um louco,  não, não, melhor, um total imbecil. Na verdade não consegui classificá-lo ainda. Ok, confesso.

Digo com convicção, pois o lunático Cara de Trataruga disse essa semana, para o mundo:

 “mesmo que usem o Bolsa-Família para comprar cachaça, serão 11 ou 12 milhoes de garrafas, o que é bom para a economia...”.

Cara vou te dizer uma coisa. Li hoje em Zero Hora, texto de Alécio Nogueira, Promotor de Justiça. Neste, ele informa que 90% das internações psiquiátricas decorrem de problemas com bebida e que 30% da violência domestica é cometida por agente usuário de bebida alcoólica.

Independente da precisão dos números trazidos pelo Promotor de Justiça, isso é o que menos importa, pois deste tipo de coisa já sabemos, todos nós uma imbecilidade destas não se fala nem em mesa de boteco. Só quem não sabe é o “tantam” aí de cima, que sendo o que é, me larga uma dessas.

A cada dia a coisa fica pior, quanto mais se reza, mais assombrações aparecem anos todos pelas bandas da política.

Sinceramente, se eu fosse a Presidente Dilma, colocaria, por meio de medida provisória, um bafômetro em cada um dos estabelecimentos e órgãos públicos, para que assim,  se evitasse esse tipo de constrangimento e ignorância. Mas veja bem, o bafômetro seria colocado por conta de pessoas como o Cara de Tartaruga e não por conta de nós, povo.

O alcoolismo é problema social posto e com cara identificada. Não pode se brincar ou se fazer pouco caso de algo de tamanha magnitude e seriedade em se falando de seu trato, ainda mais em se falando de uma faixa social em que o índice de fome e miserabilidade é alto e, igualmente a qualquer faixa social, o índice deste problema e de outros causados por este são enormes. 
Aliás, não se sabe sequer onde o problema se manifesta, pois é um mal inerente a todos nós, todos nós podemos surtar a qualquer momento, bastando para isto, estarmos vivendo nesse mundo de todos nós.

Portanto, Cândido Vaccarezza ou Cara de Tartaruga, como diria o Juan Carlos 1°, Rei da Espanha, ao Presidente da Venezuela, Hugo Chávez: “Por que não te calas?”.

Marcelo Ferla  
Continue Lendo... ►

Falando Nisso!!



Atenção, muita atenção!

Estamos ingressando em um período de alerta total. Caso você quebre o braço, corte o pé, tenha um bicho de pé no litoral, enfie um anzol no dedão do mesmo pé, precise comprar um medicamento com urgência, queira comer algo fora em horário alternativo, tenha seu carro furtado, venha a perder seus documentos, queira se divorciar, registrar um B.O, precise ir ao super ou lhe ocorra qualquer outra coisa não tão trágica quanto as de cima, como, por exemplo, desejos de consumo, qualquer um, eu já lhe aviso: qualquer coisa, eu disse qualquer coisa em que seja necessário fazer-se uso de um serviço público ou até mesmo particular, onde você fica nas mãos de outros para que seu desejo se realize, esqueça, você corre o risco eminente de ficar na mão. Por quê?

É carnaval.
 
Marcelo Ferla
Continue Lendo... ►

quarta-feira, 2 de março de 2011

Frases








"Uma celebridade é uma pessoa que trabalha duro a vida inteira para se tornar conhecida e depois passa a usar óculos escuros para não ser conhecida."

(Fred Allen)
Continue Lendo... ►

terça-feira, 1 de março de 2011

Falando Nisso!!








O caso dos 16 ciclistas atropelados por um homem em  Porto Alegre, merece ser visto com mais seriedade.

Digo com mais seriedade, pois há uma dúvida na tipificação do delito cometido pelo condutor de um carro Golf sem placas, Ricardo Neis.

A dúvida gira em torno da tipificação entre os delitos de Lesão Corporal ou Tentativa de Homicídio.

Não gosto de me manifestar neste espaço a cerca de assuntos que requerem uma análise jurídica, pois como advogado que sou, uso este espaço para dividir alegrias e aflições sobre outros assuntos e não sobre assuntos profissionais.

A Tentativa de Homicídio, colocado acima, é de minha parte, pois não compartilho da idéia de que um condutor de veículo que ao jogar seu carro em cima de pessoas não tenha intenção de matar.

Disse o condutor, que agiu em legítima defesa para proteger a ele e seu filho de 15 anos, pois o grupo de ciclistas havia depredado seu veículo, ameaçando a integridade dos que estavam dentro do carro.

Errado mais uma vez. Mesmo que isto tenha acontecido, o que não acredito num primeiro momento, a conduta é totalmente desproporcional. Depredar um carro, independente do prejuízo material, não permite que se faça uso deste mesmo bem para tirar vidas, caso que descaracteriza a legítima defesa, que tem como tipo penal, o uso de força proporcional áquilo que lhe é feito ou ameaça sua integridade física.

Desta forma é de suma importância que este caso seja levado a sério, tanto pela estupidez e negligência, quanto pelo alto número de problemas que advêm desta área tão esquecida que é a violência no trânsito.

O trânsito já matou, no Estado do Rio Grande do Sul, mais  pessoas do que a Guerra do Vietnã e, sendo desta forma, todo e qualquer delito no trânsito deve ser apurado e julgado com severidade. 

Espero, sinceramente, que isto ocorra, pois o trânsito carece , e muito, de fiscalização severa, investigação severa e posterior punição severa, ainda mais em se tendo delito de trânsito de tamanha ignorância esem qualquer motivo que o respalde.


Enfim, espero que a coisa seja feita com seriedade, é o mínimo que todos queremos.

Marcelo Ferla 

Continue Lendo... ►